Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Artesanato - a escolha acertada!

Artesanato - a escolha acertada!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 32
Comentários: 5
Artesanato - a escolha acertada!

Muitas são as vezes em que nos tornamos excessivamente indecisos quanto a prendas a oferecer. Ou porque a pessoa a quem queremos oferecer algo é de difícil satisfação, ou puro e simplesmente porque já tem tudo o que se possa imaginar.

As opções são imensas, mas a dificuldade é também muita. Um perfume, por exemplo, pode ser uma boa opção, mas não será demasiado íntimo? Ou mesmo uma peça de roupa? O efeito é sempre o mesmo. Coisas pessoais que nunca devem ser oferecidas, exceto se tem muita, muita confiança com quem vai receber a prenda no final.

Se num leque de opções pode haver muita coisa que de facto pode oferecer, a verdade é que no final, vai continuar a achar que não consegue decidir.

Vamos dar-lhe uma ajuda.

Ofereça ajudando. E ajudar como? Defendendo o Artesanato.

Cada vez mais em difíceis dificuldades, o artesanato tem e deve ser defendido, comprado, apreciado e oferecido.

As ideias são inúmeras e tendo em conta que os artesãos são verdadeiros artistas, as ofertas podem passar por ofertas mais pessoais e informais até objetos para colocar e decorar a casa, que ficam sempre à vista de todos.

Se tem de oferecer uma prenda a uma amiga, o leque é sem dúvida mais alargado. As peças podem passar por uma pequena carteira trabalhada em pano para colocar artigos de higiene para trazer na mala, ou até mesmo a própria mala. Mochilas para levar para a praia, por exemplo, e se a sua amiga fizer anos no verão. Também umas pantufas originais e engraçadas para o inverno, ou até mesmo um lenço étnico trabalhado à mão.

Se a escolha for para a casa, as vergas e madeiras podem ser uma excelente opção. Peças sempre trabalhadas à mão, não estivéssemos nós a falar de artesanato.

Se em vez de uma amiga, a prenda vai para um amigo, a ideia das pantufas pode manter-se, mas se quer ser original, ofereça uma caixa para guardar relógios ou botões de punho. As caixas são sempre pintadas e tratadas à mão e apresentam uma beleza característica do que é artesanato tradicional.

Gesso, barro, pele, enfim, um não mais acabar de materiais trabalhados com a perícia de quem sabe e conhece. Ao comprar peças de artesanato, está antes de mais a proteger a tradição. A resguardar o que de tão especial se faz no seu país. Todas as peças apresentam uma beleza extraordinária e podem ser consideradas verdadeiras obras de arte.

Ofereça Artesanato, vai ver que a escolha é a mais indicada.


Carla Horta

Título: Artesanato - a escolha acertada!

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 32

785 

Imagem por: normanack

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMadalena

    24-07-2012 às 09:49:09

    Não tenho muito jeito para fazer artesanato, mas fico perdida quando o vejo. Não consigo resistir e acabo sempre por comprar. Para mais quando todos julgamos que vivemos num país de prestação de serviços e não damos a devida e especial atenção aos fantásticos artesãos que encontramos por esse Portugal fora.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoVera

    23-07-2012 às 11:34:55

    Adoro artesanato, mas não tenho jeitinho nenhum para o fazer. Já tentei, mas sem qualquer sucesso. A minha mãe é muito prendada e tudo o que seja manual faz de uma forma fantástica, mas eu não consigo. Parece que as peças são demasiado frágeis e delicadas e não consigo que os trabalhos fiquem bonitos. Tortos, esborratados, enfim, uma desgraça total. Tenho muita pena, pois gostava mesmo de poder fazer coisinhas bonitas, para mais agora que estou á espera de bebé e umas peças de decoração para o novo quarto ficavam a calhar mesmo bem.
    Já pensei em fazer um daqueles cursinhos ou workshops, mas tenho medo de pagar e investir para depois não dar em nada.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSara

    23-07-2012 às 11:34:24

    Eu também comecei a fazer artesanato numa situação idêntica à da Mariana. Precisava de fazer uns dinheiros extra e comecei a fazer artesanato. O mais extraordinário é que cada vez que faço peças novas, acabo por vendê-las logo no mesmo dia, pois as pessoas adoram. Mais do que uma forma de ganhar dinheiro para mim é uma terapia e fazer artesanato é o mais relaxante que posso encontrar no meu dia-a-dia stressante.
    Entre o meu trabalho normal, a casa, os filhos, e todas as outras milhares de coisas que temos de fazer, o artesanato relaxa-me. O melhor de tudo é que até no Natal consigo poupar dinheiro em presentes para amigos, pois ofereço sempre coisas feitas por mim.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMariana

    19-07-2012 às 12:03:26

    Tenho um pequeno negócio de artesanato que faço nas horas livres. Comecei por fazer artesanato quando enviuvei e me vi sozinha com 2 filhos pequenos. Tive necessidade de arranjar uma forma de ganhar um dinheiro extra sem sair de casa e num horário em que os pequenos já estivessem a dormir.
    Como conhecia algumas técnicas, meti mãos ao trabalho e comecei a fazer algumas peças originais. Os meus primeiros clientes foram amigos mais chegados e família. O mais curioso é que o meu trabalho desenvolveu-se tão rapidamente que hoje em dia tenho clientes fixas e além de catálogos, tenho já um site na internet para divulgar o meu trabalho. O que começou por uma forma de ganhar um dinheirinho, passou a ser uma boa fonte de rendimento. Só lamento não dar para largar o meu trabalho de dia-a-dia para me dedicar só ao artesanato.

    ¬ Responder
  • vanilda batisat dos santosvanilda batisat dos santos

    22-06-2012 às 15:41:21

    gostaria de receber a receita dessa bolsa e o grafico pra fazer uma pra mim

    ¬ Responder

Comentários - Artesanato - a escolha acertada!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Imagem por: normanack

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios