Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > A Arte Em Portugal

A Arte Em Portugal

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
A Arte Em Portugal

O estilo românico surgiu tardiamente em Portugal, nos fins da Idade Média do Seculo XI, e foi concretamente, associada à ordem religiosa de Cluny.

Contudo, a sua difusão foi um pouco travada pela Reconquista cristâ, e, por isso, existe uma maior concentração de edifícios românicos no norte e centro do país. Os maiores vestígios encontram-se ainda hoje em pequenas igrejas, inseridas no mundo rural. No entanto, deles também fazem parte as Sés de Braga, Porto e Lisboa.

O ùltimo exemplar da arquitetura românica, que chegou aos nossos dias foi o Domus Municipalis, em Bragança. No que diz respeito à arquitetutra militar, existem ainda vestígios de estilo românico em várias construções como, por exemplo, os castelos de Guimarâes e Almourol.

A Sé velha de Coimbra, remonta ao século XII, apresentando um corpo central avançado, com um portal de muiltiplas arquivoltas. Tem um aspeto de fortaleza, com poucas janelas, que revela a instabilidade que o país vivia, durante a Reconquista.

Neste contexto, a igreja, foi pensada para servir como um espaço de defesa, em caso de invasão.
O Castelo de Almourol, do mesmo século, foi edificado numa pequena ilha, no meio do rio Tejo.
Tornou-se assim, um ponto crucial para a defesa da região e para o controlo da navegação no rio.

A partir do século XIII, começou a impor-se o estilo gótico, que se expandiu mais no centro do que n sul, por oposição ao românico. O primeiro exemplar do estilo gótico é o Mosteiro de alcobaça, da ordem de Cister, mandado construir pelo primeiro rei, D.Afonso Henriques.

Nesta época, as cidades ainda não tinham sido enriquecidas pelo comércio e pelo artesanato, a fim de poderem erguer mosteiros de grandes dimensões. No entanto, foram construídos edifícios de alguma dimensão, como a Sé de Évora ou o Mosteiro de Alcobaça e a Batalha.

As esculturas retratavam a fé e religião da Idade Mèdia, marcada por uma profunda religiosidade. A Fonte das Figueiras, em Santarém é um dos raros exemplares existentes da arquitetura civil gótica.

Foi construída tammbém no século XIV, para facilitar o abastecimento de água à população.
Todos os monumentos da Idade Média retratavam a religião, marcada por um profundo recolhimento, fé e o poder dos mnges.

Como tal, as igrejas tinham pouca luz, para permitir um maior recolhimento interior, não só dos monges, mas também das outras pessoas.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A Arte Em Portugal

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Comentários - A Arte Em Portugal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios