Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Museu Nacional de Arte Antiga

Museu Nacional de Arte Antiga

Categoria: Arte
Visitas: 2
Comentários: 1
Museu Nacional de Arte Antiga

O Museu Nacional de Arte Antiga, mais conhecido popularmente por Museu das Janelas Verdes, devido a situar-se na rua com o mesmo nome, é na atualidade, um organismo oficial dependente do instituto Português dos Museus.

Este museu encontra-se instalado num antigo palácio, que data do século XVII, o cham,ado palácio dos cobdes de Alvor, que tem sido modificado através dos tempos., tendo terminado a sua construção em 1940.

Os museus de Portugal, inclusive este não é excepção, são filhos do liberalismo, tanto da ideilogia como da prática, mais concretamente revolucionária.

Após a abolição das ordens religiosas, em 1834, e depois da convenção de Évora monte, que acabou com a guerra civil entre liberais e absolutistas, o novo poder entrega objetos, peças de ourivesaria e pintura ao estado.

As relíquias deixam de pertencer aos mosteiros e passam para as mãos do estado, que utiliza as coleções em museus e bibliotecas distritais.

Depois da abolição das ordens religiosas foi escolhida uma comissão, com o intuito de escolher os quadros vindos dos conventos , colocando-os em depósitos no convento de S. Francisco, em Lisboa.

Mas este acaba tanbém por ser extinto e hoje funciona na Faculdade de Belas artes da universidade de lIsboa.

Com efeito, o museu de arte antiga, funciona agora na rua das Janelas Verdes.

Vale a pena referir os processos de alargamento das atuais coleções do museu, que são em especial: peças provenientes do espólio da rainha Carlota Joaquina, Peças adquiridas com vebas oferecidas pelos reis D.FernandoII e D.Luís I, peças adquiridas pela Academia de Belas Artes, peças doadas por particulares C Gulbennkian e antenor Patino, peças provenientes de vários legados ou adquiridos com verbas do visconde Augusto Rosa, Luís Fernandes, Barros e Sá etc ,e peças adquiridas por leilões.

Após a Implantação da república, verifica-se a entrada de nova leva de peças, oriundas dos palécios Reaiais, sés e Palácios episcopais,com a publicação da separação da igreja e do estado.

Além do aumento das coleções de arte, foram publicadas leis que dinamizavam o museu, e ao queal atribuíam verbas para a aquisição de novas peças no mercado.

Um fator importante é que ainda havia entidades importantíssimas que depositavam peças particulares no museu.

efetivamente, o museu do século XX conserva ainda o passado e ainda o propôem como imediatamente imitável, como se verifica a arquitetura e gosto histórico das artes decorativas das ruas de todas as cidades de Portugal, em especial de Lisboa.

Deste modo, tem o Museu de arte Antiga uma longa tradição de trabalho com a juventude, iniciada nos anos 20, pelo Dr. João Couto, ao tempo, conservador.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Museu Nacional de Arte Antiga

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

635 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    09-09-2012 às 18:48:25

    O Museu Nacional de Arte Antiga é um museu muito importante no círculo de museus e muito conhecido para os turistas que visitam Lisboa. Tem 3 pisos que aborda vários tipos de arte, nacional ou internacional, do século XV, XVI ou XVII. Eu já fui a este museu pelo menos 7 vezes. E adoro sempre lá ir. Depois tem um espaço exterior muito aprazível, onde podemos ver a vista de Lisboa e aproveitar para almoçar.

    ¬ Responder

Comentários - Museu Nacional de Arte Antiga

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios