Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como controlar seu tempo ao estudar

Como controlar seu tempo ao estudar

Categoria: Outros
Como controlar seu tempo ao estudar

Um dos grandes desafios ao estudar é controlar o tempo. Se você não souber controlar o seu tempo em cada disciplina, artigos, assuntos, não terás um bom rendimento. É preciso saber quando estudar, por quanto tempo, como distribuir o tempo que você tem disponível e os assuntos a estudar. Tudo isso deve ser questionado e também deve ser feito um planejamento correto para que o tempo seja bem aproveitado. Até porque acontecem muitas distrações durante o dia como a internet, whatsApp, TV que acabam perdendo o seu foco. Por conta disso, seguem algumas dicas de como você pode controlar o seu tempo de maneira correta e proveitosa nos estudos.

Dicas:

* Utilize bem o tempo que você dispõe. Inicie seu estudo agressivamente e não perca tempo com sonhos e passatempos na hora de estudar;

* Estude para saber. Procure aprender o assunto até o seu completo domínio;

* Determine com antecedência o tempo disponível para o seu estudo, distribua-os em períodos de 50 minutos, pelo menos. Separe dois períodos consecutivos por intervalos de 10 minutos em que você deve levantar-se e distrair-se. Procure estabelecer o seu ritmo próprio de trabalho, de acordo com suas condições pessoais;

* Determine o número de períodos de estudo necessário. Estabeleça o número de períodos de estudos de acordo com o tempo disponível naquele dia e suas necessidades reais de estudar para saber;

* Faça a distribuição dos períodos. Distribua-os pelas disciplinas, de acordo com a impressão geral que você tenha de sua necessidade de estudar cada uma delas (grau de dificuldade, grau de exigência do professor, sua maior ou menor facilidade para a disciplina, etc);

* Faça seu plano de estudo por escrito. Habitue-se a fazer isso por escrito para cada semana (plano semanal de estudo) e a procurar cumprir o que estabeleceu;

* Habitue-se a estudar em horário certo;

* Não se esqueça de que é importante aprender a cumprir prazos! Isso é exigido de qualquer profissional;

* Use modelos para seus planos de estudos;

* Tire todas as suas distrações como TV, internet, whatsApp, saídas com amigos, enfim, estabeleça um planejamento em que momento você terá atividades de lazer, pois são necessárias também para um bom aprendizado e relaxamento;

* Não fique até altas horas estudando. É importantíssimo ter uma boa noite de sono para revigorar as energias para o outro dia de estudo.


Rua Direita

Título: Como controlar seu tempo ao estudar

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - Como controlar seu tempo ao estudar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios