Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Arte, paixão ou revolta? A música que o diga!

Arte, paixão ou revolta? A música que o diga!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Arte, paixão ou revolta? A música que o diga!

A música é o mais completo e sofisticado meio de comunicação entre as variadas sociedades desde sempre. Transmite inegavelmente e de uma forma singular todos os afetos, insurreições e irritações que expressados por vocábulos passavam a ser ridículos ou ofensivos e, no entanto, através da música tornamo-nos tolerantes e complacentes …

Enfim, a música torna-nos necessariamente mais piedosos e naturalmente mais próximos da perfeição… apenas mais próximos porque essa mestria só poderá existir no dia em que tenhamos o bom-senso parar por instantes, ouvir e interpretar os sons. Recordemo-nos que, em criança, qualquer som atraía a nossa atenção. Procurávamos quase instintivamente decifrar os sons e automaticamente a nossa mente filtrava o que considerava ruído do que era percebido como melodia.

A reação era quase imediata e deliciosamente descomplicada: um choro ou um sorriso. Estaremos nós mais vocacionados para a comunicação quando nascemos e vamos perdendo com a aprendizagem de novos meios de correspondência essa valiosa sabedoria? A música, seja qual for o seu género, é perfeita em toda a sua essência, o rock progressivo elevamos a um nível quase virtual, o hard rock, a um nível de euforia animal, o punk e o reaggae leva-nos de volta a uma adolescência contestatária e idealista, distante e quase perdida mas sempre desejada; o metal, trash ou não, faz-nos sonhar, o jazz improvisado ou não fascina-nos com a sua estranheza e excelência, os blues com toda a sua história transporta-nos a um passado que muitas vezes não foi nosso mas sentimos a dor aos primeiros sublimes acordes, o disco-sound leva-nos a um universo multicolor e resplandecente, no rap sentimos a rebeldia a contestação, na musica clássica procuramos muitas das vezes decifrar algo que nos parece complexo mas apaixonante …e podia continuar por aqui fora e deixaria certamente de mencionar outros estilos musicais que tanto admiro e idolatro… A música é, de facto, o que nos une e marca para sempre.

A arte de bem combinar os sons, definição tradicional de música, tem um sentido mais amplo do que podemos imaginar. De facto, a combinação dos sons pode resultar numa infindável panóplia de efeitos musicais, mais melódicos para uns do que para outros. Mas quando os sons transmitem uma mensagem, seja ela qual for, estramos perante a verdadeira música, aquela que perdura no tempo, inabalavelmente resistente ao definhar dos antigos instrumentos musicais e à invasão da eletrónica e dos computadores.
O que seria da vida sem música? É disso que é composta a natureza.

Eugénia Costa

Título: Arte, paixão ou revolta? A música que o diga!

Autor: Eugénia Costa (todos os textos)

Visitas: 0

611 

Comentários - Arte, paixão ou revolta? A música que o diga!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios