Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > O uso do telemóvel em locais públicos

O uso do telemóvel em locais públicos

Categoria: Telemóveis
Visitas: 14
Comentários: 3
O uso do telemóvel em locais públicos

O uso do telefône celular em locais públicos precisa ser visto não apenas como regra de etiqueta mas também de respeito aos outros, dependendo do lugar em que se está. Sabemos que o telefône móvel facilita e amplia as relações e essas facilidades se estendem as relações de trabalho, minimizam as preocupações com a família, uma vez que é possível falar a longa distância e em qualquer lugar, por isso, a produção dos aparelhos de telemóveis estão em franca expansão e cada vez mais se vê a importância na utilização desses serviços mas mesmo assim, mesmo se tratando de assuntos tão pertinentes, nem sempre o lugar em que se está é o lugar conveniente para uma conversa ao celular.

Vamos ilustrar melhor, imagine-se dentro do cinema, assistindo um filme muito intenso, com legenda rápida e, a pessoa sentada ao lado, recebe uma ligação cuja chamada é daquelas com música eletrônica bem alta e ao atender a pessoa comece a falar alto, pois o aúdio do filme é alto, se for uma briga então, é horrível, dá vontade de tomar o telefône da pessoa e desligar.

Outra situação igualmente deselegânte é dentro de um teatro, assistindo uma bela e emocionante peça e, na última fila alguém comece a falar do trabalho. Reparou que nessa situação, todos desviam a atenção da peça e olham em direção à pessoa que fala ao telefône celular? Imagine que até a própria pessoa se sente constrangida ao sentir os olhares de reprovação, pois bem, não vamos passar por esse constrangimento,ok?

Essa é uma simples idéia de como é totalmente desaprovado tal comportamento, mesmo que já tenhamos feito algo assim, quando acontece com o outro, de modo que nos incomode, aí então descobrimos que é desagradável. A intenção não é exagerar, claro que se por algum motivo, se estiver aguardando uma ligação muito importante, deve-se atender, desde que se considere que não é preciso que as outras pessoas participem da ligação, falar num tom mais baixo possível, se não estiver audível para a outra pessoa que está na linha, ela mesma dirá, portanto não precisa-se gritar, colocar o telefône no modo vibrar silêncioso. Os aparelhos desenvolvidos para telefonia móvel, são fabricados com microfônes sensíveis que captam perfeitamente sons baixos.

Por tanto, usar os telemóveis em locais públicos como no ônibus, na biblioteca, no cinema, no teatro, dentro de uma loja, no restaurante, na escola, etc..., deve-se sempre se respeitar o direito do outro e o próprio de ser o único em participar da conversa.


Sílvia Baptista

Título: O uso do telemóvel em locais públicos

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 14

782 

Imagem por: JesReeves

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    29-10-2014 às 12:07:27

    Acredito que vai do bom senso e educação da pessoa. Numa palestra atrapalha bastante, na igreja, enfim se for muito urgente é melhor sair do ambiente sem incomodar. É preciso haver respeito aos outros.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-06-2014 às 15:30:19

    É verdade! Devemos respeitar nosso próximo e não incomodar ao falar alto no telefone. Também é horrível quando toca na sala de aula enquanto o professor está dando seu conteúdo, ou na igreja quando o pastor está ministrando. É bom deixar no silencioso ou atender apenas em caso de emergência.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 13:30:33

    Gostei do seu texto, devia servir de alerta para muitas pessoas que usam, ou permitem que os filhos usem, os telemóveis em espaços públicos e principalmente em situações sociais. Quem nunca passou pela situação de, estando a ver um filme com um amigo ou amiga, distrair-se devido ao som das teclas do telemóvel dessa pessoa que, ao invés de estar atenta, prefere manter uma conversa com alguém do outro lado do ecrã? É verdadeiramente frustrante.

    ¬ Responder

Comentários - O uso do telemóvel em locais públicos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: JesReeves

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios