Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Natação para bebés

Natação para bebés

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Desporto
Visitas: 2
Comentários: 1
Natação para bebés

A atividade física da natação é sem dúvida a mais completa no sentido de auxiliar na manutenção da estética e saúde corporal. É indicada para todas as faixas etárias sendo que os seus benefícios são muitos, inclusive para bebés.

Os bebés, já acostumados ao ambiente líquido em que estiveram durante os meses de gestação, não encontram dificuldades de adaptação a este meio líquido proporcionado nas piscinas. Os especialistas indicam a idade de seis meses como sendo a mais adequada para a iniciação desta atividade. Esta prática estimula a coordenação, a inteligência e a afectividade. Além de lidar com o lúdico, elemento fundamental no desenvolvimento infantil.

Normalmente, as aulas são lecionadas por profissionais de educação física, mas são praticadas na presença dos pais. Nesta faixa etária o vínculo afetivo com os pais é muito forte, especialmente com a mãe nos primeiros meses de vida. A companhia dos pais traz segurança à criança, proporcionando com que interaja com o desafio da natação de forma prazerosa.

As aulas, que tem curta duração, entre 30 e 40 minutos acontecem através de estímulos e brincadeiras e os bebés, na maioria das vezes, surpreendem os pais por apresentarem uma desenvoltura dentro da água. Conseguem fazer com tranquilidade vários movimentos dentro desse meio líquido, apresentando reflexos e coordenação.

A natação é boa para os bebés, assim como para as crianças em geral, por desenvolver as noções de espaço e de tempo, trabalhar a coordenação e os reflexos dentro da água, lidar com o medo do desconhecido e superar barreiras, vencendo desafios, aumentar a resistência física, trabalhar a respiração adequadamente, entre outros benefícios.

A princípio os pais matriculam seus filhos em aulas de natação a fim de que eles aprendam a nadar para evitar eventuais acidentes traumáticos dentro da água. Porém a natação para bebés vai muito além da questão da segurança na água. Traz outros inúmeros benefícios. Estreitar os laços com os pais, por exemplo, é um dos benefícios mais significativos dentre os adquiridos com esta modalidade esportiva. Nos exercícios dentro da piscina é preciso que se crie um ambiente seguro e de confiança entre pai e criança, pois o pai precisa ter segurança para soltar o filho e a criança ter confiança de que pode ir, pois tem alguém ao seu lado, apoiando-a.

Contudo algumas medidas devem ser observadas para que o sucesso dessa atividade ocorra. Dependendo do local em que as aulas são lecionadas, o cuidado com as condições do local deve ser bastante observado. Mas cabe ao pai, ao matricular o filho, se certificar de que o lugar é seguro, as condições de higiene são adequadas e a temperatura da água é amena. Além disso, deve-se observar que alguns bebês apresentam alergia ao cloro. Caso isto seja constatado, o melhor é encontrar outra atividade para o bebê ou ainda procurar outro local em que o cloro seja substituído por cloro orgânico ou sal, componentes que evitam alergias. Algumas academias já estão a optar por este tipo de tratamento da água.

Ainda é importante observar se o horário das aulas não prejudica as rotinas de alimentação e sono da criança. E, caso esteja a criança constipada ou com alguma inflamação, a prática da natação deve ser substituída por repouso e tratamento médico.

Salvo estas contraindicações, a natação para bebés é uma excelente atividade, envolvendo corpo, alma e emoção.


Rosana Fernandes

Título: Natação para bebés

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 2

763 

Imagem por: Jason DeRusha

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    30-06-2014 às 22:29:34

    Quisera eu ter aprendido a nadar quando bebê! Hoje, depois de grande, não sei, não tenho coragem e morro de medo! hehehe

    ¬ Responder

Comentários - Natação para bebés

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Imagem por: Jason DeRusha

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios