Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > O que deve vestir e não vestir no trabalho

O que deve vestir e não vestir no trabalho

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Visitas: 8
Comentários: 2
O que deve vestir e não vestir no trabalho

Num emprego em que não seja obrigatório o uso de uniforme, as condições climatéricas não são o único motivo de dúvida relativamente ao que se deve levar vestido. Em certos casos, a escolha pode mesmo tornar-se penosa. Contudo, é possível sublimar ou até eliminar a incerteza quando se têm em conta fatores como a filosofia da empresa, o cargo que se ocupa e a forma de trajar dos demais funcionários. De salientar que sempre que se exerçam funções de chefia ou de contacto direto com clientes, a imagem do colaborador é a imagem da empresa que ele está a representar.

Nesta perspetiva, tudo o que traduza exageros, quer seja na roupa (mini-saias ou mini-blusas que reportam a atividade profissional de outra natureza (!), cores garridas ou fluorescentes, que trocam os olhos dos interlocutores, decotes tão exagerados que prendem olhares e “desprendem” concentração no(s) assunto(s) em questão, calças com uma cintura de tal maneira descaída que mais parecem estar em queda livre, etcétera), na maquilhagem (não vale a pena fazer concorrência ao arco-íris!), no cabelo, nas unhas, nas joias e acessórios (é bom lembrar-se que o seu contrato não engloba a exibição ostensiva de joalharia – para isso existem os manequins, que saem bastante mais baratos…) e em qualquer elemento de uma aparência que se pretende sóbria. De igual modo, saltos muito altos, camisa de manga curta com gravata (para os homens), meias brancas com calças clássicas, gravata com calça de ganga, entre outros conjuntos aberrantes estão interditos.

Ter cuidado com o próprio aspeto é assaz importante, uma vez que o vestuário tem a dita de transmitir mensagens e revelar certos pontos da personalidade de quem o enverga. Vestir-se adequadamente é indicativo do valor que uma pessoa dá à a si mesma e da possibilidade de retratar de forma adequada a organização. Efetivamente, o(a) profissional não se veste apenas para si, mas também para clientes, chefes e companheiros de trabalho. Sendo assim, a moda vigente deve ser a cultura da empresa e não as tendências de um setor que muda constantemente.

Embora a seleção da roupa dependa do local, do grau de exigência e das horas do dia (ou da noite), discrição é a palavra de ordem. A extravagância chama a atenção, mas é contraproducente no que toca ao profissionalismo. Outro requisito essencial é a maneira como a vestimenta assenta no corpo. Roupas demasiado largas dão um ar de desmazelo e excessivamente apertadas delineiam contornos que dificilmente deixarão os seus ouvintes atentos às suas ideias. Vestir uma peça que lhe cai na perfeição trará uma confiança extra, até pelo bem-estar que lhe proporciona. Um fato azul-marinho, por exemplo (tanto para homem como para senhora) evoca poder e tem força numa entrevista de emprego. Já o cinzento (simples) evidencia experiência, independentemente da idade.

Maria Bijóias

Título: O que deve vestir e não vestir no trabalho

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 8

696 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    09-06-2014 às 03:41:50

    Muito importante essa observação do que deve se vestir ou não no ambiente de trabalho.Penso que a modéstia, o bom senso é o caminho!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    16-09-2012 às 16:23:16

    Não defendo regras estritas que condicionam aquilo que devemos vestir no local de trabalho, uma vez que só condicionam a liberdade e a expressão pessoal de cada um. No entanto, aqueles que, por gosto ou por vicissitudes da vida, se encontram no mundo empresarial no qual existem indicações rigorosas sobre aquilo que devem ou não vestir, podem, com imaginação e bom gosto, adaptar o seu estilo pessoal ao código de vestuário do trabalho. Boas dicas.

    ¬ Responder

Comentários - O que deve vestir e não vestir no trabalho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios