Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Essa matéria é a continuação de um artigo publicado anteriormente no ruadireita. Ele tratava de algumas dicas para melhorar o sinal da rede wireless. Dando continuidade ao assunto, confira mais algumas informações úteis para sua rede Wi-Fi ficar impecável!

6 – Aplicativos que utilizam sua banda larga

Alguns aplicativos, como gerenciadores de downloads, jogos online ou a visualização de vídeos na internet, pode “sugar” muita banda de sua rede. Se em sua casa, várias pessoas utilizam o sinal ao mesmo tempo, um computador que esteja executando alguma dessas tarefas pode consumir mais banda que os outros computadores, de maneira desigual.

A maioria dos roteadores Wi-Fi, possuem uma ferramenta chamada QoS (Qualidade de Serviço, em português). Ela é capaz de priorizar a transferência de alguns protocolos. O que isso significa? Por exemplo: você poderá dar prioridade para a execução de vídeos por streaming (youtube ou qualquer outro vídeo que esteja alocado na web) e deixar os gerenciadores de downloads por último. Você pode também bloquear o consumo de banda de algum programa específico.

7 – Aumente seu sinal Wi-Fi de maneira simples
Se nenhuma das dicas anteriores ajudou, você pode modificar a antena de seu notebook ou roteador para melhorar a situação. É possível trocar a antera por uma mais nova ou de maior capacidade de transmissão, no caso do roteador.

Sobre os notebooks, uma localização mais próxima ao roteador pode ajudar bastante. Em breve você poderá conferir aqui no ruadireita, uma maneira caseira de aumentar a recepção de sinal Wi-Fi para seu notebook.

8 – Aumente a intensidade do sinal de seu roteador
Se todas as dicas acima e outros meios não deram certo, é necessário optar por medidas mais pesadas. É possível atualizar o firmware (como se fosse um sistema operacional do aparelho) do roteador e realizar uma configuração para melhorar o sinal.

Essa configuração consiste em aumentar a potência das antenas, mas alguns modelos de aparelhos não possuem essa configuração acessível, pois ela pode danificar o roteador. Para aumentar a potência da antena, será necessária mais energia podendo levar a sobrecarga dos equipamentos. Mas, se você quiser tentar, fica a dica:

Alguns firmwares modificados podem trazer muitas configurações extras para seu aparelho, inclusive o aumento da potência da antena. Entre os aplicativos mais conhecidos estão o DD-WRT e o Open-WRT. A instalação é um pouco complicada, mas no final o resultado pode ser bem interessante.

9 – Utilize seu roteador antigo como repetidor de sinal
Se algum local de sua casa não recebe o sinal do roteador ou chega muito fraco, você pode utilizar aquele roteador velho para ajudar nessa tarefa. Porém, nem todos os aparelhos possuem essa configuração de fábrica.

Mas, a maioria dos roteadores simples pode receber a atualização de firmwares modificados que permitiram essa proeza. Para fazer isso, basta baixar e instalar no roteador o aplicativo DD-WRT. Depois, configure o velho roteador para transmitir o sinal do roteador primário.

10 – Programe seu roteador para reinicializações aleatórias
Em alguns casos, pela utilização frequente do aparelho, ele pode esquentar demais e travar. Após ser reiniciado, o roteador volta a funcionar normalmente. Outra vez, o aplicativo DD-WRT pode ajudar muito nisso. Com ele, você conseguirá programar o aparelho para reiniciar periodicamente, sendo bastante útil. Ainda mais se sua localização não for muito acessível.

Gostou das dicas? Faça um teste e depois compartilhe sua experiência com todos!


Lucas Souza

Título: Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 0

799 

Comentários - Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios