Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Essa matéria é a continuação de um artigo publicado anteriormente no ruadireita. Ele tratava de algumas dicas para melhorar o sinal da rede wireless. Dando continuidade ao assunto, confira mais algumas informações úteis para sua rede Wi-Fi ficar impecável!

6 – Aplicativos que utilizam sua banda larga

Alguns aplicativos, como gerenciadores de downloads, jogos online ou a visualização de vídeos na internet, pode “sugar” muita banda de sua rede. Se em sua casa, várias pessoas utilizam o sinal ao mesmo tempo, um computador que esteja executando alguma dessas tarefas pode consumir mais banda que os outros computadores, de maneira desigual.

A maioria dos roteadores Wi-Fi, possuem uma ferramenta chamada QoS (Qualidade de Serviço, em português). Ela é capaz de priorizar a transferência de alguns protocolos. O que isso significa? Por exemplo: você poderá dar prioridade para a execução de vídeos por streaming (youtube ou qualquer outro vídeo que esteja alocado na web) e deixar os gerenciadores de downloads por último. Você pode também bloquear o consumo de banda de algum programa específico.

7 – Aumente seu sinal Wi-Fi de maneira simples
Se nenhuma das dicas anteriores ajudou, você pode modificar a antena de seu notebook ou roteador para melhorar a situação. É possível trocar a antera por uma mais nova ou de maior capacidade de transmissão, no caso do roteador.

Sobre os notebooks, uma localização mais próxima ao roteador pode ajudar bastante. Em breve você poderá conferir aqui no ruadireita, uma maneira caseira de aumentar a recepção de sinal Wi-Fi para seu notebook.

8 – Aumente a intensidade do sinal de seu roteador
Se todas as dicas acima e outros meios não deram certo, é necessário optar por medidas mais pesadas. É possível atualizar o firmware (como se fosse um sistema operacional do aparelho) do roteador e realizar uma configuração para melhorar o sinal.

Essa configuração consiste em aumentar a potência das antenas, mas alguns modelos de aparelhos não possuem essa configuração acessível, pois ela pode danificar o roteador. Para aumentar a potência da antena, será necessária mais energia podendo levar a sobrecarga dos equipamentos. Mas, se você quiser tentar, fica a dica:

Alguns firmwares modificados podem trazer muitas configurações extras para seu aparelho, inclusive o aumento da potência da antena. Entre os aplicativos mais conhecidos estão o DD-WRT e o Open-WRT. A instalação é um pouco complicada, mas no final o resultado pode ser bem interessante.

9 – Utilize seu roteador antigo como repetidor de sinal
Se algum local de sua casa não recebe o sinal do roteador ou chega muito fraco, você pode utilizar aquele roteador velho para ajudar nessa tarefa. Porém, nem todos os aparelhos possuem essa configuração de fábrica.

Mas, a maioria dos roteadores simples pode receber a atualização de firmwares modificados que permitiram essa proeza. Para fazer isso, basta baixar e instalar no roteador o aplicativo DD-WRT. Depois, configure o velho roteador para transmitir o sinal do roteador primário.

10 – Programe seu roteador para reinicializações aleatórias
Em alguns casos, pela utilização frequente do aparelho, ele pode esquentar demais e travar. Após ser reiniciado, o roteador volta a funcionar normalmente. Outra vez, o aplicativo DD-WRT pode ajudar muito nisso. Com ele, você conseguirá programar o aparelho para reiniciar periodicamente, sendo bastante útil. Ainda mais se sua localização não for muito acessível.

Gostou das dicas? Faça um teste e depois compartilhe sua experiência com todos!


Lucas Souza

Título: Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 0

799 

Comentários - Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa – Parte 2

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios