Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Luan Santana

Luan Santana

Categoria: Música
Visitas: 2
Comentários: 2
Luan Santana

Não é novidade para ninguém que no Brasil tem muita gente talentosa no ramo da música, mas infelizmente talento não rende tanto dinheiro e audiência quanto gente semi nua falando palavrão ou fazendo apologia à violência, consumo de drogas e sexo fácil. Dessa forma, quando alguém talentoso consegue se destacar, não é a toa que ele passa a ser um fenômeno absoluto.

Esse é o caso do jovem cantor mato grossense, Luan Santana. Ele começou a cantar quando ainda era criança, em festas da família. Depois que ganhou um violão de aniversário, o levava para a escola e ficava tocando durante o intervalo e aulas vagas. Luan é tão apaixonado pela música, que aos 14 anos compôs uma canção para uma namorada e chegou a fazer uma "serenata" para a moça. Fala sério, o romantismo dele é real. E você pensando que era só coisa de música né!

Luan iniciou a carreira profissional em 2007 e desde então não sai mais das paradas de sucesso. Já vendeu milhões de cópias, gravou com cantores internacionais, como Belinda e Enrique Iglesias e já fez parcerias de peso com grandes nomes da música brasileira, como Chitãozinho e Xororó e Zezé de Camargo e Luciano.

Em um ranking da Billboard pela internet, Luan desbancou grandes nomes já consagrados, como Britney Spears e Kesha. Luan também já deu o ar de sua graça em território estrangeiro, conquistando fãs quase que instantaneamente.

Apesar do sucesso, o cantor permanece com a mesma simplicidade interiorana de sempre, fato que torna sua carreira ainda mais consistente e arrebata ainda mais seguidores de seu trabalho.

Luan já chegou a marca de mais de 200 shows em um ano, além de participações em programas de TV e rádio.

Atualmente, o cantor está lançando seu novo DVD e faz participação especial na novela jovem Malhação.

Você pode até não gostar do estilo musical de Luan e isso é um direito seu. Mas temos de admitir que com a carência de bons músicos jovens no mercado brasileiro, Luan não tem nenhum competidor a altura. Afinal, nem toda menina acha interessante um maluco com um colar de ouro no pescoço dizendo: "rebola, vai!" Muitas preferem ouvir algo como o refrão de te esperando: "... Vai pensar em mim e se perguntar: Aonde esse cara deve estar? E eu vou estar... te esperando, nem que já esteja velhinha gaga..."

Pois é gente. Toda garota gosta de romantismo. E querendo ou não, se você ler a letra das canções de Luan, vai entender porque a cada dia ele é tão aclamado. As canções menos românticas de Luan, tem uma "pegada" diferente, que mistura sedução e romance.

Segue nessa matéria um clipe de Luan, Te vivo. O curta já foi exibido quase 45 milhões de vezes só no canal oficial do cantor pelo youtube, o que dizer se somar com o mesmo vídeos postado em contas de fãs. Meninos e meninas, apenas presta atenção na letra e apaixone-se. Mais romantismo no mundo, por favor!

PS: O "senhor" idoso no clipe é o Luan após kilos de maquiagem. Super produção.


Syl Polanski

Título: Luan Santana

Autor: Syl Polanski (todos os textos)

Visitas: 2

428 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRita

    27-09-2014 às 23:05:20

    Amo a sua música ....bom artigo , interessante o estilo de música dele

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMayra

    26-09-2014 às 21:19:57

    "Um dia você vai lembrar de mim e vai se perguntar: Aonde esse cara deve estar? E eu vou estar, te esperando..." Linda música.

    ¬ Responder

Comentários - Luan Santana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios