Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Paredes Vazias, Ordem Perdida!

Paredes Vazias, Ordem Perdida!

Categoria: Música
Comentários: 2
Paredes Vazias, Ordem Perdida!

Empty Walls, música de Serj Tankian, possui uma mensagem ideológica bem forte. Apesar de retratar a realidade americana, com seu vício militar de enviar soldados para países estrangeiros (que muitas vezes retornam em caixões para suas famílias), podemos paralelizar o conceito do vídeo/letra com a realidade brasileira.

Soldados podem ser nossos policiais, que ganham uma quantia irrisória pelo risco que correm apenas pelo fato de carregarem o título de homens da lei. Muitos morrem pela farda e seus entes choram suas perdas. E ambas as crianças crescem com os fantasmas da violência. Lá atentados. Aqui uma mistura de guerra civil (facções disputando poder) com o Estado medindo forças com os foras da lei. Por vezes, vemos que os bandidos possuem armamentos dignos de guerra.

Este vídeo em especial, nos deixa um pensamento bem profundo: que mundo queremos que nossos filhos, netos, sobrinhos e afins cresçam? Não dá para admitir que é normal e aceitável.

Selvageria nunca pode ser vista como sinônimo de normalidade.
A violência corrói os valores que os pais tentam passar para seus filhos. Esses ensinam que é errado matar e roubar e o governo, a autoridade, matando e roubando. Lá, invadindo o território alheio para usurpar o petróleo. Aqui, governantes enfiam descaradamente nossos impostos em malas e cuecas. A cúpula de segurança manda subir os morros sem uma operação bem amarrada, o que quase sempre resulta em uma bala perdida acertando um inocente.

Como música também é bom de se escutar. Fica a dica!Serj Tankian é um compositor e cantor de muita inteligência e engajado em questões políticas e ambientais. Os seus ancestrais armenos e o genocídio sofrido por eles pode justificar um pouco de todo esse sentimento de "dever em lutar pela justiça".
Também vocalista da banda System of a Down, mais conhecida por SOAD pelos fãs ou simplesmente: system. Foi responsável pela composição de grandes sucessos da banda como Toxicity e Chop Suey, na parceria com Daron Malakian (vocais e guitarra), Shavo Odadjian (baixo) e John Dolmayan (bateria).

Deixo o link do vídeo para exemplificar o que eu estou falando. As vestimentas também são bem interessantes para quem se interessa por moda!


Amanda Maldonado

Título: Paredes Vazias, Ordem Perdida!

Autor: Amanda Maldonado (todos os textos)

Visitas: 0

537 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernando

    13-07-2014 às 01:09:11

    Interessante música....diferente do meu gosto...valeu

    ¬ Responder
  • Amanda MaldonadoAmanda Maldonado

    13-07-2014 às 17:44:50

    Obrigada, o intuito maior era de provocar reflexão Como foi a música que me trouxe reflexão, resolvi inseri-la.

    ¬ Responder

Comentários - Paredes Vazias, Ordem Perdida!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios