Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Alcoólatra Um Grave Mal

Alcoólatra Um Grave Mal

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Alcoólatra Um Grave Mal

Você sabe como reconhecer quando uma pessoa se torna um dependente da bebida, e que sempre toma uns coles a mais a cada fim de semana? Saiba que não é fácil você saber que uma pessoa é alcoólatra, o que você pode perceber é que sempre a pessoa perde o controle do consumo da bebida, e de acordo com os especialistas nem sempre quem bebe demais é um alcoólatra. Mais saiba que o dependente é aquele que pretende parar em um determinado tanto e não consegue. A compulsão pela bebida é que se torna um sintoma evidente da doença.

Os sintomas de um alcoólatra são quando o alcoólatra começa a deixar as relações profissionais e afetivas, em segundo plano, é quando demora mais tempo para ficar embriagado, e quando começa a se acostumar com o efeito do álcool, além de apresentar alucinações. Porém saiba que o fator genético de incidência de casos com parentes próximos, a depressão ansiedade e problemas familiares são considerados o principio para desencadear a doença. Já é comprovado que o componente genético existe, mas ainda não se pode medir qual é o peso como fator de risco. Porém os especialistas afirmam que ele é menos decisivo do que a personalidade e as influencias do ambiente.

Pesquisas feitas com 200 dependente 170 já tinham ansiedade ou depressão antes de se tornar um alcoólatra. Geralmente essas pessoas procuram no álcool uma forma de sentir prazer ou para relaxar, e o pior é que ele pode se apresentar em qualquer faixa-etária, mas atinge com maiores freqüências jovem entre 20 e 30 anos. O tratamento é definido como uma doença crônica e pode dar origem a outras complicações para o dependente. E os problemas são enormes, considerando não apenas os associados ao alcoolismo, como a depressão. Saiba que a bebida acarreta uma série de transtornos graves como: inflamação crônica no fígado, pancreatite, cirrose, hepatite, gastrite, hipertensão, e problemas no coração e a síndrome de abstinência, pode levar a morte.

O importante é buscar ajuda em terapias ou substância que provocam mal-estar em contato com o álcool, como medicamentos, e homeopatia. Os medicamentos têm dois princípios, um é tirar a vontade de encher o copo, ou eliminar de vez com o prazer de degustar um drinque. Mas o melhor é à força de vontade. O pior é saber viver com uma pessoa que tem esse problema com a bebida. Muitas vezes você que mostrar a pessoa que ele tem esse problema, e geralmente eles recusa a aceitar que é um dependente, e que não precisa de ajuda. Os conflitos que gera, a desordem é grande em um lar, e isso é o que torna ainda mais impossível a convivência. Sabemos que pra a pessoa aceitar é o difícil, porém logo que reconhece ai sim às coisas se tornam mais fáceis, e o tratamento é mais positivo.

Waldiney Melo

Título: Alcoólatra Um Grave Mal

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 2

797 

Comentários - Alcoólatra Um Grave Mal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios