Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Ataque cardíaco, como sobreviver

Ataque cardíaco, como sobreviver

Categoria: Saúde
Ataque cardíaco, como sobreviver

A chave para sobreviver a um ataque cardíaco é reconhecer que pode estar a ter um e, em seguida, obter ajuda médica o mais rapidamente possível.

Um ataque cardíaco agudo (também chamado de enfarte do miocárdio), é causado pela obstrução súbita de uma artéria coronária, que faz com que pelo menos alguma parte do músculo cardíaco fornecido por esta artéria morra. Muitas das consequências de curto e longo prazo de um enfarte são determinadas pela quantidade de músculo cardíaco danificado, uma vez que a artéria fica bloqueada. Por isso, é fundamental receber cuidados médicos imediatamente para que o dano seja o menor possível.

O que isto significa, obviamente, é que se está a ter um ataque cardíaco, tentar resolvê-lo em casa esperando que os sintomas vão passar, como acontece com uma indigestão ou tensão muscular, pode levar a um atraso que pode causar danos irreparáveis e consequências permanentes para a sua saúde. A mais grave e irremediável é a morte.

Qualquer pessoa que seja paciente de doença arterial coronariana, ou que, em virtude dos seus fatores de risco cardíacos possa ter uma doença deste tipo, deve saber quais os sintomas a que deve estar atenta.




O sintoma clássico de um enfarte do miocárdio é uma pressão intensa, às vezes em forma de aperto ou dor aguda ao redor do peito, muitas vezes com irradiação para a mandíbula ou braço esquerdo e, por vezes acompanhada de sudorese profusa, ou uma sensação quase esmagadora de medo ou de incapacidade total.

Infelizmente, embora estes sejam os sintomas mais frequentes, nem sempre um ataque cardíaco se manifesta desta forma. Às vezes, o desconforto pode ser relativamente leve e pode ser sentido nas costas, na região abdominal, ombros e braços, num só ou em ambos. A súbita e inexplicável falta de ar, náuseas e vómitos, ou apenas uma sensação de azia, podem ser os únicos sintomas. Estes sintomas atípicos podem 'camuflar' um problema cardíaco e podem fazer com que não seja procurada ajuda médica imediata. As mulheres parecem sentir mais vezes os sintomas mais atípicos do que os homens.

É por isso que qualquer pessoa com um ou mais fatores de risco de doença cardíaca precisa prestar muita atenção a quaisquer sintomas súbitos, incomuns ou inexplicáveis, envolvendo a metade superior do corpo. Este aviso aplica-se, por exemplo, a qualquer pessoa de meia-idade ou mais, que esteja acima do seu peso ideal, que tenha hábitos relativamente sedentários, seja fumador ou que tenha diabetes, colesterol alto, pressão arterial alta, ou um histórico familiar de pacientes com doença cardíaca. Para essas pessoas (e há muitos de nós que reúnem estas características), quaisquer sintomas inexplicáveis que ainda posam ser devidos a um problema cardíaco devem ser abordados de forma responsável e séria, mantendo a calma e recorrendo a um serviço médico.

Para ter a certeza de que obtem uma resposta correta do pessoal médico, a informação a dar-lhes tem que ser clara e objetiva, recorrendo a uma simples frase: "Eu acho que estou a ter um ataque cardíaco."

Depois disto, aguarde serenamente pela intervenção experiente e cuidadosa do pessoal médico e procure saber o que está a ocorrer a cada passo. A informação médica mantê-lo-á consciente de tudo aquilo que o seu corpo precisa e também ajudá-lo-á a interpretar melhor todos os procedimentos.


Ruben Duarte

Título: Ataque cardíaco, como sobreviver

Autor: Ruben Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

672 

Comentários - Ataque cardíaco, como sobreviver

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios