Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Mesopotâmia - Arte da Acádia

Mesopotâmia - Arte da Acádia

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 62
Mesopotâmia - Arte da Acádia

O cultivo e o armazenamento das colheitas e a domesticação dos animais possibilitaram o desenvolvimento da civilização. Os povos iniciaram a construção de habitações permanentes. O desenvolvimento das cidades possibilitou mudanças sobre a vida dos habitantes, e, em particular, a produção de obra de arte. A Mesopotâmia oferecia ao agricultor oportunidades do cultivo devido aos rios Tigre e Eufrates e seus afluentes. Começaram a dominar as técnicas de irrigação. Inventaram a roda e o arado.

À medida que estas civilizações cresciam, evoluíram para cidades-estado, com a respetiva organização social. A administração que acompanhou esta organização social gerou o sistema de escrita conhecida como cuneiformes. Este sistema foi usado em contabilidade e no poema épico da suméria, Gilgamesh. A falta de pedra leva-os a usar tijolos secos ao Sol.

De Tell Halaf vemos surgir o apogeu da cerâmica pintada, gosto pelo geometrizante e suásticas, a Uruk, declínio da arte ceramista por causa da invenção da roda de oleiro, produção em massa, e a Djemdet Nasr, contactos com Egito pré-faraónico.
A arquitetura religiosa das cidades: os templos em terraço e santuários em terraço alto, a Zigurate. Significa “cume da montanha” ou “elevação”. Torre ou colina piramidal comum aos assírios, babilónio e sumérios. Constituída em tijolo de adobe. Poderia ter escadaria ou rampa de acesso em espiral, que contornava a construção em grande declive. No topo ficavam os santuários. Estas pirâmides representavam o encontro do céu com a terra. Acreditava-se que era a morado dos deuses. As plataformas podiam ser retangulares, ovais e quadrados.

A arte da Acádia surge com uma noção de espacialidade nas estelas – estela Naramsin. Surgem os cilindros-selos com cenas de apresentação, paisagens com animais, árvores da vida e lutas com forças da natureza.

Os cilindros-selos eram usados para a decoração de jarros. Eram objetos cilíndricos, normalmente feitos de pedra, com um orifício atravessando o interior de lado a lado. O escultor gravava um desenho sobre a superfície do selo, que depois era impresso na argila fresca revelando a imagem contrária em relevo, que se repetia à medida que o cilindro era rolado sobre a argila. Os temas eram divinos, animalescos ou atividades quotidianos.


Daniela Vicente

Título: Mesopotâmia - Arte da Acádia

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 62

773 

Comentários - Mesopotâmia - Arte da Acádia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios