Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Pão integral: o valor da fibra!

Pão integral: o valor da fibra!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 40
Comentários: 1
Pão integral: o valor da fibra!

Pão integral: o valor da fibra!
O pão integral, aconselhado a quem padece de determinados problemas de saúde, como a diabetes e a obesidade, é produzido à base de farinha de trigo, podendo, todavia, apresentar na sua constituição farinhas de centeio e milho.

No entender de alguns estudiosos, já se consumia pão integral na pré-história. Nessa época, não existiam meios de refinamento, pelo que os grãos de cereais eram esmagados e ensopados em água ou leite, sendo essa massa posta a secar ao ar e, posteriormente, cozida em pedras quentes.

Atualmente, a produção do pão integral pressupõe a moagem do grão na íntegra, sendo que as diferentes estruturas que o compõem, com características nutricionais distintas, estão patentes na farinha que daí resulta.

A ingestão de pão integral apresenta benefícios manifestos, por causa do elevado teor de fibra, decorrente da baixa refinação da farinha que o compõe. Esta circunstância leva a que o efeito saciante que provoca reduza a sensação de fome. Adicionalmente, a fibra insolúvel, abundante neste tipo de pão, regulariza o trânsito intestinal, o que representa vantagem em casos de obstipação. Todavia, é precisamente a esta fibra insolúvel que se liga um aumento da flatulência (gases), apontando-se como causa de algum mal-estar.

Comparativamente ao chamado pão branco, o pão integral apresenta valores calóricos ligeiramente superiores, e índices de glícidos e lípidos muito idênticos. As grandes disparidades dizem respeito aos teores de proteínas, de vitaminas, mormente as do complexo B, de minerais (como o magnésio) e de fibra.

A inserção do pão integral na alimentação é recomendada por diversas entidades e indicada a pessoas que pretendam seguir um programa alimentar de redução e/ou controlo de peso. O incitamento a preferir, o pão integral ao pão branco é consequência do seu alto teor em fibra, nutriente que contribui para ajudar a reduzir o apetite. O facto de ser rico em muitas vitaminas e minerais, pode, do mesmo modo, auxiliar a colmatar hipotéticas carências nutricionais derivadas da prática de dietas de redução ponderal mais limitativas. O aforismo «com peso e medida» aplica-se, neste contexto, a todas as variáveis envolvidas, incluindo as quantidades que se comem.

O recurso a alimentos ricos em fibra, como é o caso do pão integral, tem sido apontado por muitos, em várias situações, como coadjuvantes do organismo no que concerne à redução do risco de desenvolvimento de certas patologias, nas quais se enquadram alguns tipos de cancro, como o do cólon e o do reto. Não subestime o valor da fibra!


Maria Bijóias

Título: Pão integral: o valor da fibra!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 40

802 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Paulo Afonso de Lima CasanovaPaulo Afonso de Lima Casanova

    14-02-2011 às 20:20:55

    Como pão integral caseiro, que minha esposa faz, em uma maquina
    panificadora! São incríveis os beneficios, pois rico em carboidratos, e fibras. Uma fatia de pão integral + manteiga +mel
    puro tem tudo de bom! Paulinho.

    ¬ Responder

Comentários - Pão integral: o valor da fibra!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios