Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Beba água: combata a desidratação!

Beba água: combata a desidratação!

Categoria: Alimentação
Comentários: 1
Beba água: combata a desidratação!

A água é o maior constituinte do organismo humano, variando a sua percentagem em função da quantidade de massa muscular e de tecido adiposo. O tecido muscular é o que comporta as células com maior concentração de água. O peso corporal de um homem tem à volta de 54 por cento de água e o das mulheres ostenta um valor próximo dos 49 por cento.

A importância da água é extrema, uma vez que todo o nosso metabolismo tem como base mecanismos reactivos que se processam em soluções aquosas. Ela transporta nutrientes e elimina produtos tóxicos provenientes da actividade do nosso corpo.

Perdemos, diariamente, água pela urina, pelas fezes, pelo suor e pelo ar que sai dos pulmões, num total de cerca de dois litros. Esta perda tem de ser reposta, sob pena de se entrar em desidratação. Para tal, é preciso ingerir, directa e indirectamente (através de alimentos e outros líquidos – fruta, legumes, iogurtes, leite, sumos), pelo menos, tanta água como a que se perde.

Morre-se mais depressa ficando sem beber do que sem comer. É possível sobreviver algumas semanas sem comida, mas poucos dias sem água. De facto, o desequilíbrio do balanço hídrico pode revelar-se um problema muito grave e até fatal. Normalmente, a sede aparece como o primeiro sintoma de desidratação, avançando-se rapidamente para situações mais preocupantes, que englobam náuseas, comprometimento do desempenho físico, dificuldade em manter a temperatura do corpo estável e de concentração, e diminuição do rendimento laboral. Em estados mais severos, a desidratação é passível de desencadear fraqueza, espasmos musculares e mesmo delírio. Com uma perda de água que ronde os 11 por cento do peso corporal é provável que ocorram falhas na função renal e com 20 por cento a morte pode ser o desfecho.

Ante circunstâncias que fomentem a desidratação (prática de desporto, temperaturas altas, altitudes elevadas, diarreia ou vómitos, ambientes de reduzida humidade) deve incrementar-se a ingestão de líquidos, mormente água. Como em tudo, «mais vale prevenir do que remediar»!

No Verão, há que beber muita água ao longo do dia (entre 1,5 e três litros). Convém ter em atenção que as bebidas alcoólicas desidratam e que as bebidas açucaradas não são eficazes para hidratar. Utilizar roupas pouco apertadas e de cores claras nos dias mais quentes ajuda a não transpirar tanto e, consequentemente, a perder menos líquidos. As crianças e os idosos têm necessidades acrescidas, pelo que se recomenda oferecer-lhes água várias vezes ao dia.

Mantenha-se especialmente atento (a) aos sinais de desidratação: dores de cabeça, pele áspera e seca, cansaço, dores musculares e articulares, prisão de ventre, boca e lábios secos, urina pouco abundante e com cor e cheiro intensos. Na dúvida, afogue a desidratação!



Maria Bijóias

Título: Beba água: combata a desidratação!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

650 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • williamwilliam

    29-08-2009 às 17:44:31

    quero uma coisa que fale sobre o funcionamentoO da desidrataçao no organismo de uma pessoa...
    e ate agora nao achei..

    ¬ Responder

Comentários - Beba água: combata a desidratação!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios