Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Electrodomésticos > Certificação Energética

Certificação Energética

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Electrodomésticos
Comentários: 2
Certificação Energética

De há uns anos para cá, fomos habituados a verificar a classificação energética de um eletrodoméstico. Para quem não sabe do que se trata, a explicação é bastante simples. Numa loja de eletrodomésticos, já reparou num pequeno desenho que parecem umas setas em escadinha com várias cores? E em frente às ditas setas, existem letras que vão do A ao G, certo? Essa indicação classifica energeticamente o equipamento, ou seja a energia que o eletrodoméstico gasta no seu funcionamento.

Por exemplo, se um frigorifico apresentar uma classificação A, significa que gasta pouca energia, logo é amigo do ambiente, no entanto se a classificação for G, é sinónimo de um custo elevado de energia para o seu normal funcionamento.

Muitas vezes associamos o aparelho com classificação A a um valor de compra elevado, mas a curto espaço de tempo, verificamos que o seu baixo consumo, nos faz poupar na conta da eletricidade.

Novidade para alguns é que desde o inicio do ano de 2009 as casas usadas tem a obrigatoriedade de classificação energética, ou melhor Certificação Energética.

Desde o ano de 2006, toda as construções só as novas eram obrigadas a ter Certificação, fazendo esta parte da documentação da casa, mas para as casas usadas, esta obrigação só existe para casas sujeitas a transação.

O que quer isto dizer afinal? Vamos por partes.

Um imóvel tem um custo energético, tanto para quem nela habita (conta da eletricidade) como para o meio ambiente. Se o pavimento de uma casa for em tijoleira, por exemplo, no inverno existe a necessidade de mais aquecimento, enquanto, que num chão de madeira não. Se um imóvel necessita de ser muito aquecido no inverno ou exige ventilação artificial no verão, é uma casa que obviamente consome bastante energia.

Com base nos acordos efetuados entre vários países do mundo todos, enquanto sociedade somos obrigados a melhorar o meio ambiente, e isso começa exatamente pela nossa própria casa.

E o que é então uma transação? Transação é a venda de uma casa ou o seu arrendamento.

E quem deverá avaliar a eficiência energética da casa e emitir o Certificado Energético?
Só poderá avaliar o imóvel um perito qualificado pela entidade reguladora. ADENE – Agência para a Energia

Depois da casa ser vistoriada pelo perito qualificado, é enviado um relatório para a ADENE, que, pelos dados e características do imóvel indicados, classifica o imóvel. Só a entidade reguladora pode emitir o Certificado Energético e dar-lhe a devida classificação.
Os valores dependem da tipologia da casa e a fatura é dedutível nos impostos.

Não se esqueça que uma boa classificação energética valoriza o ambiente e o seu imóvel!


Carla Horta

Título: Certificação Energética

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

671 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    28-04-2014 às 05:33:16

    Muito bom saber disso. Como é bom poder verificar todos esses detalhes referente a certificação energética, faz-nos economizar.

    ¬ Responder
  • Branca Maria SampaioANTONIO MOREIRA

    19-10-2009 às 17:03:11

    boa tarde! s.f,f, informa me o que significa as letras que vem nos aparelhos domésticos, a,b,c,por exemplo.
    o que é eficiência energética? estou fazendo um trabalho de escola, tenho este tema para responder.desde já agradeço se puder me ajudar, boa tarde!

    ¬ Responder

Comentários - Certificação Energética

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios