Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Um Curriculum Vitae Perfeito

Um Curriculum Vitae Perfeito

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Um Curriculum Vitae Perfeito

Quantos de nós, por um qualquer motivo, já não teve de entregar um curriculum Vitae. Para o ingresso para um curso, e mais recorrentemente para concorrer à oferta de um emprego, julgamo-nos capazes de muito facilmente fazer uma apresentação do nosso percurso académico e profissional.

No entanto, quando nos sentamos e começamos a executá-lo, a tarefa não se mostra tão fácil quanto esperado.

Ao ajudá-lo nesta tarefa, que acredite, pode tornar-se complicada, apresentam-se alguns truques e dicas.

A expressão curriculum vitae tem origem latina e significa Currículo da Vida (história da vida).

Quando iniciar o seu curriculum, faça uns quantos apontamentos num papel, relativamente a dados profissionais e académicos.

O curriculum deverá ser feito no computador, com letra dita normal (arial ou times new roman – tamanho 10 ou 12), de cor preta.

Um curriculum não deverá ser extenso nem maçudo. Se é detentor de muitas experiencias profissionais, tente resumi-las de forma, a que não demonstre vaidade excessiva. O ideal são 2 ou 3 folhas.

Inicie o curriculum com a sua apresentação pessoal. Nome, morada, contactos e se é portador de carta de condução (e a categoria a que corresponde).

Relativamente aos dados académicos, indique o estabelecimento de ensino frequentado, a data de inicio e de fim de curso, e se obteve boas notas, é fundamental que inclua a sua média.

De seguida, indique a sua experiencia profissional. O que fez, durante quanto tempo e onde. Indicar a função e descrição das tarefas é fundamental. Se ainda não teve qualquer tipo de experiencia profissional, coloque outras atividades (por exemplo trabalhos de férias) que julgue serem favoráveis.

Formação profissional é diferente de formação académica. Entende-se por formação profissional alguns cursos que tenha frequentado.

Todos os acontecimentos deverão ser indicados por ordem cronológica, do mais recente para o mais antigo.

Use palavras ativas e positivas. Não quererá que o seu possível futuro patrão, o julgue negativo e sem autoestima.

Tenha consigo cópias de habilitações académicas e cursos que tenha tirado. Se fez ou faz voluntariado, também é importante que as possa comprovar por documentos. Se faz pratica atividades fora do trabalho que manifestem interesse intelectual, comprove-os também, pois isto causará sempre uma boa impressão. Estes documentos só deverão ser entregues numa entrevista e se o entrevistador mostrar curiosidade. Deixe-lhe as cópias se este assim o solicitar.

Todas as folhas deverão ser A4 de cor branca e nunca com cheiros, floreados ou tonalidades.

Lembre-se que o seu curriculum vitae é o seu cartão de visita. Muitas vezes, os curriculum vitae são enviados por correio ou por e:mail, pelo que a sua apresentação deverá ser a melhor. Apresente-se da melhor forma e bom trabalho!


Carla Horta

Título: Um Curriculum Vitae Perfeito

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

764 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    10-07-2014 às 23:49:55

    Fantásticas dicas de como ter um curriculum vitae perfeito. Acredito que deve ser o mais sucinto possível e com apenas uma página, bem resumido!

    ¬ Responder

Comentários - Um Curriculum Vitae Perfeito

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios