Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Como fazer um portefólio?

Como fazer um portefólio?

Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Como fazer um portefólio?

Em determinadas profissões, um curriculum vitae não é o mais determinante para a escolha de um candidato. Um curriculum deve conter mais ou menos duas folhas, pelo que muitas vezes não se consegue incluir informação bastante para se perceber o que um candidato a emprego consegue fazer profissionalmente.

Cartas de recomendação são também importantes, mas será que bastarão?

Muitas são as profissões em que é estritamente necessário apresentar provas de trabalhos executados ou de projectos executados no passado. A melhor forma de o fazer num conjunto completo e apresentável é preparar um portefólio profissional.

Um portefólio deverá conter informação e provas concretas dos trabalhos que já fez. Provas são provas e ninguém poderá demonstrar melhor todos os pormenores de um trabalho feito por si, do que você mesmo.

Imaginemos que é um Web designer. Nesta situação o seu portefólio terá de ter referências a sites feitos, tal como alguns print screem de algumas páginas executadas.

Se for arquitecto, sabe com toda a certeza que tem de apresentar fotos de projectos finais, acompanhados pelos projectos iniciais com direito a detalhes de obra e execução de trabalhos.

Na eventualidade de ser desenhador de banda desenhada, o melhor é fazer-se acompanhar por as mais variadas histórias que já desenhou.

Se o seu trabalho for fotográfico, então aí a situação está salva logo á partida. Um book fotográfico inserido no seu portefólio é imprescindível e só terá a ganhar se o apresentar em anexo.

Um portefólio deve acompanhar pelo menos um resultado final de um dos seus trabalhos anteriores, mas é essencial que apresente um projecto quase completo. Plano, rascunho e execução do trabalho vão compor o seu portefólio. Fotografias, publicações de jornal (se for esse o caso) ou hiperligações de projectos seus que estejam on-line também contam.

Naturalmente que as cartas de recomendação são essenciais, tal como um curriculum vitae, mas a prova propriamente dita dos trabalhos que já executou são imprescindíveis.

Na eventualidade de se estar a candidatar a um primeiro emprego, não desanime. O trabalho que apresentou na altura em que tirou o curso também é importante. Fazer-se apresentar através de trabalhos executados, valem mais que mil palavras e é de extrema importância dar-se a conhecer através dos seus projectos. Demonstrar que é capaz de executar é a melhor forma de se apresentar numa entrevista e contra factos, não há argumentos.


Carla Horta

Título: Como fazer um portefólio?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

666 

Imagem por: paulozapella.com

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    10-07-2014 às 23:07:43

    Adorei a ideia do portfólio! Realmente, com tantas mudanças no mundo temos que inovar, principalmente na busca de um emprego.

    ¬ Responder

Comentários - Como fazer um portefólio?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: paulozapella.com

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios