Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > O estabelecimento de metas e objetivos

O estabelecimento de metas e objetivos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Empresariais
Visitas: 12
Comentários: 1
O estabelecimento de metas e objetivos

Seja na vida pessoal ou profissional, saber o que quer da vida e como chegar lá é a melhor ferramenta para alcançar o sucesso. Mas, além disso, é necessário também saber segmentar o caminho para tornar a jornada mais fácil, assim transformando as oportunidades e ameaças em degraus e trampolins que levam até o desejo final.

A escolha de metas e objetivos para a carreira é fundamental tanto para o desenvolvimento eficaz e eficiente do plano de crescimento, quanto para a exposição de ideias em, por exemplo, uma entrevista de emprego. Pois, o funcionário ou colaborador que sabe o porquê de estar lá, e aonde quer chegar é o tipo de empregado que as empresas precisam.

Uma vez que o objetivo geral e os específicos foram estabelecidos, é hora de transformar o planejamento em ação. Não se deixe enganar: nunca é tarde para começar ou para continuar. A questão não é a idade ou a classe social, mas sim saber o que quer fazer com a própria vida e mover as peças que lhe são dadas. O caminho para o sucesso é tão ou mais importante do que o próprio objetivo geral, e, cada passo conquistado é uma vitória a ser celebrada.

No entanto a vida é imprevisível. O que conta é como e o quê fazer para adaptar as metas às imprevisibilidades. Charles Darwin (1809 – 1882) deixa claro que os seres vivos que se adaptam têm mais chances de sucesso tanto em suas vidas quanto às de suas futuras gerações. Seja uma pessoa, animal, ou organismo social, a adaptação relacionada aos fatores externos poderá reduzir o caminho para o lance final, pois todos são sistemas abertos.

Logo, sendo sistemas abertos, somos recetivos à transformações. Não há nada de errado em mudar as metas durante a execução do plano, mas deve-se ter em mente que o funcionário ou colaborador que tem uma direção definida e segue seu foco, é um funcionário mais competente.

A perda de foco é prejudicial, a coesão funciona como dentes de uma engrenagem: todas devem estar presentes e em harmonia para que a máquina funcione corretamente e cumpra seu dever.


Wallace Randal

Título: O estabelecimento de metas e objetivos

Autor: Wallace Randal (todos os textos)

Visitas: 12

789 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    02-07-2014 às 18:56:46

    Depois que comecei a planejar minhas metas, tenho conseguido muitos frutos. É importante considerar que metas e objetivos são fundamentais, mas para ter êxito e sucesso é preciso criar também estratégias em como consegui-las. É tão bom vermos esses frutos....

    ¬ Responder

Comentários - O estabelecimento de metas e objetivos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios