Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Tenha um jardim sem ervas daninhas

Tenha um jardim sem ervas daninhas

Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 32
Comentários: 8
Tenha um jardim sem ervas daninhas

A interferência das ervas daninhas no jardim ou ares de cultivo reduz a qualidade dos frutos.

Deste modo é necessário controlar as plantas daninhas, durante o período crítico, cerca de 2/3 do ciclo de cultura, até que a cultura cubra a superfície do solo, e não sofra interferências negativas.

A necessidade de controlo depende basicamente do grau de infestação e agressividade das plantas daninhas. Estas podem amadurecer e aumentar as sementes no solo, a servir de hospedeiras de insectos - pragas, fitopatogénos e nematóides, além de dificultar a colheita.

A incidência de viroses nas culturas tem crescido muito, devido á introdução da mosca branca que utiliza as ervas daninhas como hospedeiras. Daí a necessidade de reforçar e adoptar programa de manejo de plantas daninhas.

A prevenção consiste essencialmente em evitar a disseminação das sementes em áreas infectadas.

Assim se quer ter um jardim livre de ervas daninhas, deve prevenir o aumento de banco de sementes, evitando que as ervas cresçam, além de hospedarem insectos pragas, que infectam outras áreas. Estas são propagadas por água, vento, e plantio que contenha sementes.

O melhor e mais fácil para as eliminar é retirar à mão usando umas luvas, molhar o solo na noite anterior para amaciar a terra, isolar a erva daninha em uma cama das outras, derramar água quente em cima para a matar, derramar chá porque em abundância.

Outro método eficaz é usar uma sagadeira de gramado e sagá -las para baixo, aplicar um herbicida ou fazer a emoção mecânica.

Se pretende controlar as ervas sem recurso a herbicidas químicos, deve fazer um programa de prevenção e controlo, colocando palhas húmidas nos canteiros e espalhar sementes de relva nos sítios onde a relva é menos abundante.

Corte a relva com frequência, mas não demasiado curta, preferencialmente com 5-7 cm de altura, pois promove um crescimento mais intenso e não dá espaço às ervas daninhas.

Por outro lado, cortar o relvado também diminui as ervas daninhas ao remover as flores que espalham as sementes.

Quando o solo está seco não arranque as ervas daninhas pois provoca uma perda de humidade. Remova-as com um sacho e pode inclusive comer em saladas as ervas mais comuns como a erva-formigueira, dente de leão e beldroega. Estas são saborosas e saudáveis.

Para além destes cuidados essenciais convêm ainda fazer sempre uma inspecção do campo regularmente para identificar focos iniciais e adoptar medidas de controlo eficazes para as erradicar.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Tenha um jardim sem ervas daninhas

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 32

775 

Imagem por: pawpaw67

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    10-10-2014 às 20:40:55

    As ervas daninhas são muito chatas! É preciso ter conhecimento para cultivar o jardim, a fim de não ser infestado com elas! Adorei suas dicas!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    24-04-2014 às 22:30:34

    Um dos maiores desafios é eliminar essas ervas daninhas no jardim. Mas, com suas dicas e sugestões, agora já se sabe o que fazer. A Rua Direita agradece muito!

    ¬ Responder
  • André Marim

    11-08-2013 às 11:54:45

    Tenho sérios problemas com a famosa tiririca e ervas daninhas no meu jardim ,o que eu faço para acabar com elas sem agredir o meu gramado. Tem algum produto para isso?

    ¬ Responder
  • Sandra

    20-02-2013 às 13:58:21

    É verdade que colocar jornal sob a terra, ajuda eliminar a erva daninhas e tiriricas?

    ¬ Responder
  • paulo limapaulo lima

    19-07-2011 às 15:18:46

    tenho bastante ervas daninhas em frente de casa no lugar de estacionamento. como faço sem utilizar quimicos para as eliminar?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojunho berto

    05-04-2011 às 01:48:06

    @denise santos
    melhor e arrancar...pouco a pouco...voce arranca todas as ervas daninhas, viu

    ¬ Responder
  • denise santos

    13-11-2010 às 20:21:30

    tenho serios ploblemas com a famosa tiririca e ervas daninhas o que eu faço

    ¬ Responder
  • Fernando AlfaiateFernando Alfaiate

    05-04-2010 às 19:31:34

    Sem dúvida alguma concordo que o melhor sistema seja eliminar o que está mal, como se diz cirta-se o mal pela raiz. No entanto se algum produto houvesse que fizesse aliviar as dores nas minhas costa agradecia imenso. um muito obrigado

    ¬ Responder

Comentários - Tenha um jardim sem ervas daninhas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: pawpaw67

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios