Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Novas tendências para varandas e jardins

Novas tendências para varandas e jardins

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 14
Comentários: 2
Novas tendências para varandas e jardins

Ter a possibilidade de habitar uma casa com jardim é, antes de mais nada, uma vantagem e privilégio apenas ao alcance de alguns, especialmente se viver num grande centro urbano. Possuir um lugar, alternativo à sala, onde juntar amigos, familiares ou vizinhos para uma refeição ou apenas para um encontro casual, valoriza qualquer casa.

Se foi um dos bafejados pela sorte, não deixe de aproveitar a oportunidade para fazer do seu jardim um local aprazível e invejado por todos.

Se tem espaço, possibilidades económicas e recursos, pode optar por instalar uma piscina. Se quer inovar, opte por um jacuzzi. Iluminando e decorando o espaço em redor de forma calorosa, criará o espaço ideal para um final de dia relaxante.

Se não pretende nada tão elaborado, saiba que a água é um dos elementos mais apreciados, sendo dada particular importância aos reflexos por ela proporcionados. Crie zonas de pequenos lagos, por exemplo, rodeados de decks de madeira, escolhendo criteriosamente as plantas e outros materiais para compor o local. Para além de funcionarem como zonas de passagem, a escolha do material é a mais adequada, já que a madeira é biodegradável e enquadra-se melhor no ambiente em questão. Se lhe parece que fica melhor, opte por dar cor à madeira, como verde ou vermelho, o que auxilia na composição de cores no jardim.

Para aqueles que gostam de manter a tradição, plante, de forma ordenada, várias flores e plantas. Tenha atenção na escolha das mesmas, para que sejam do seu agrado e se adaptem facilmente às condições climatéricas da zona. Reserve uma pequena área para fazer um pequeno canteiro de ervas aromáticas e/ou medicinais.

Mas, como nem todas as casas podem ter jardim, muitos são os que aproveitam as suas varandas como alternativa à ausência do mesmo. Apesar das áreas não serem as mesmas, há quem aproveite o espaço para instalação de uma pequena churrasqueira. No verão é, por si só, um convite para os seus amigos. Preencha o espaço com cadeirões, sofás, puffs, cadeiras, enfim, com o que mais gostar e lhe pareça mais confortável – será, decerto, o local mais utilizado nas noites quentes de verão!

Assim como no jardim, a escolha da iluminação é crucial. O ideal será optar por uma iluminação mais cênica, trabalhando as cores âmbar de forma a proporcional o ambiente ideal para conversas pela noite fora!


Cláudia Bandeira

Título: Novas tendências para varandas e jardins

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 14

788 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    13-10-2014 às 04:19:51

    Fantástico! Tão bom seguir as novas tendências, assim nossa casa fica mais bonita e completa. As varandas e jardins são um dos melhores locais da casa em que deve ser valorizado. Ótima descrição e ideia.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoestela marinelli

    22-09-2011 às 03:05:32

    claudia foi incrivel como vc descreveu um lugar unico como varanda da minha casa que esta ficando pronta em alguns dias. Acho que sera mesmo o lugar mais gostoso da casa. Parabens e um beijo. Estela

    ¬ Responder

Comentários - Novas tendências para varandas e jardins

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios