Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Roseiras em ordem

Roseiras em ordem

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 8
Comentários: 3
Roseiras em ordem

As rosas correspondem às flores preferidas de muitas pessoas, até porque têm uma conotação associada ao amor e aos amores, sendo que as suas diferentes cores equivalem a mensagens e sentimentos distintos. Porém, para se manterem saudáveis e viçosas necessitam de alguns cuidados.

À semelhança da maioria das flores, as rosas precisam de muito sol (no mínimo seis horas por dia), boa terra (capaz de reter a humidade e enriquecida com composto orgânico), regas em dias secos (para as manter hidratadas) e fertilizantes específicos a cada dois meses.

Antes de plantar as rosas, estas devem ser colocadas em água morna durante cerca de uma hora. De qualquer forma, as raízes têm de ser mantidas húmidas antes do plantio. O buraco que se faz para as enterrar terá de ter fundura suficiente para albergar toda a extensão das raízes, sendo que o nódulo (uma zona mais grossa do caule localizada entre a raiz e os bastões) deve ser colocado, pelo menos, duas polegadas abaixo da linha do solo. Resta preencher o buraco com terra humedecida e enriquecida.

De salientar que as roseiras não gostam muito de água. Fazer uma cobertura com relva cortada, por exemplo, à volta delas ajuda a manter a terra solta, húmida e livre de ervas. É fundamental aplicar fungicida assim que aparecerem as primeiras folhas, dado que é nesse período que as doenças atacam em força.

As pragas e moléstias costumam aparecer mais em grandes plantações, mas os jardins não estão imunes a infestações. Os inseticidas e fungicidas controlam-nas, mantendo a saúde das roseiras. Ambos devem ser utilizados de forma preventiva: os primeiros mensalmente e os segundos com uma periodicidade semanal; prevenir é sempre mais fácil do que remediar. De facto, os fungos e os insetos são os dois inimigos mais certos das roseiras. As inspeções periódicas permitem identificar qualquer problema logo que ele apareça e combatê-lo de imediato.

Por outro lado, uma nutrição adequada é um fator essencial para o bom desenvolvimento das roseiras. Um fertilizante orgânico fornece quantidade suficiente de macro e micronutrientes, o que favorece a resistência aos ataques dos antagonistas. Em acréscimo, há que preservar espécies “protetoras” das roseiras, como sejam as joaninhas (predadoras dos pulgões), os pássaros (que dizimam as lagartas) e a hortelã (que espanta as formigas), entre outras.

Os métodos naturais são os preferíveis para cultivar as rosas. Recorrendo a eles, defende-se o equilíbrio natural e evitam-se problemas decorrentes do manuseio de químicos.


Maria Bijóias

Título: Roseiras em ordem

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 8

767 

Imagem por: elbfoto

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    13-10-2014 às 03:56:34

    Percebi que existem cuidados diferenciados acerca das flores. Por isso, é fundamental saber informação da que se deseja cultivar! As roseiras são lindas e possuem um cuidado muito especial!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    24-04-2014 às 22:46:42

    Que detalhe importante das roseiras não gostarem de água. A Rua Direita adorou seu texto, muito esclarecedor, agora já sei.

    ¬ Responder
  • Tiago PinheiroElaine Guimarães de Souza

    05-10-2011 às 14:20:55

    Bom dia!
    Gostaria que me informassem qual o nome e a variedade desta roseira que aparece a foto em "Roseiras em Ordem" e onde conseguir mudas?
    Aguardo sua resposta!
    Grata,
    Elaine

    ¬ Responder

Comentários - Roseiras em ordem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: elbfoto

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios