Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Aprenda a cultivar rosas e camélias

Aprenda a cultivar rosas e camélias

Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 142
Comentários: 16

Consideradas por muitos apreciadores de flores as mais belas que existem, as rosas e as camélias partilham algumas características comuns. Assim, saiba que ambas preferem climas amenos e que se adaptam bem a temperaturas um pouco mais baixas, pelo que a sua plantação deverá ter lugar no Outono ou no Inverno em local abrigado, para que a intensidade das chuvas não prejudique as plantas.

Mas, apesar de parecidas nestes aspectos, rosas e camélias diferem em muitos outros, possuindo peculiaridades que deverão ser conhecidas e respeitadas, sob pena de se cometerem erros muitas vezes fatais para a planta.

Assim, a rosa prefere locais um pouco mais ensolarados e bem arejados, de maneira a evitar-se a formação de fungos que poderiam comprometer a sobrevivência da planta. Uma terra argilosa, rica em húmus, com ph neutro (6,5 a 7) e bem drenada é o solo preferido das roseiras que florescerão com toda a sua força, reunidas as condições. Cerca de uma semana antes de proceder à plantação da roseira, revolva bem a terra (recomenda-se que seja revolvida até 40 cm de profundidade) e misture-lhe estrume ou composto orgânico, para que a terra fique bem fertilizada. Os pés devem ser plantados a distâncias que oscilam entre os 20cm e os 2m, dependendo do tipo de roseira (arbustiva, trepadeira, cerca-viva, sempre-floridas, miniaturas ou rasteiras). Em termos de regas, as roseiras requerem água abundante e diária até ao desabrochar da flor, altura em que se deve limitar as regas a duas por semana (no Verão) ou a uma por semana (no Inverno).

A camélia, por sua vez, é originária do Japão e, como tal, prefere climas mais amenos e temperaturas mais baixas, pelo que o seu cultivo deverá ser levado a cabo preferencialmente nas estações mais frescas. Esta flor exige um solo permanentemente húmido e bem fertilizado, caso contrário pode chegar-se ao extremo de a época da floração surgir e as flores permanecerem invisíveis, porque não tiveram acesso aos nutrientes necessários para desabrocharem. Pode, se quiser, plantá-las em vaso e o resultado será igualmente apaixonante, se puser em prática os conselhos avançados anteriormente. Evite excessos de água que poderão desencadear o aparecimento de fungos nocivos ao bem-estar da planta. Pode, ainda, cortar alguns pés e colocá-los numa jarra, em casa. As flores da camélia são extremamente duradouras e contribuirão, sem dúvida, para o embelezamento harmonioso da sua casa, que se assemelhará a um autêntico Jardim do Éden.

Isabel Rodrigues

Título: Aprenda a cultivar rosas e camélias

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 142

804 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 16 )    recentes

  • Lili

    31-10-2017 às 21:24:16

    Tenho uma camelia q não me fode... o que eu faço ???

    ¬ Responder
  • Briana AlvesBriana

    10-10-2014 às 20:38:13

    Ótimo esclarecimento sobre a diferença de rosa e camélia. Ainda mais quando se quer cultivar, a gente deve seguir as regras de plantio, pois caso contrário, poderão morrer!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    24-04-2014 às 22:28:53

    As rosas e as camélias deixam qualquer ambiente bonito e harmonioso. Muito obrigada pelo texto.

    ¬ Responder
  • Lopes

    26-03-2014 às 22:57:47

    Tenho algumas orquideas e duas cameleiras numa varanda gostava de saber como cuidar delas para não morrerem

    ¬ Responder
  • mariaceciliavicente

    03-11-2013 às 20:47:49

    minha camelia ja deu flor, depois não deu mais que adubo devo por poi ja coloquei e nada de flhor ébranca

    ¬ Responder
  • cinara

    06-10-2013 às 13:35:11

    tenho uma camelia mas os botões não abrem, o que devo fazer?

    ¬ Responder
  • Irene

    29-07-2013 às 14:02:24

    Gostaria de saber também porque os botões das camélias não abrem?

    ¬ Responder
  • Andréa

    13-05-2013 às 10:55:18

    Olá Isabel, bom dia !!!
    Isabel gostaria de saber qual adubo usar nas camélias pois estão cheias de botôes sendo que naõ abrem. Moro em Petrópolis e acredito que o clima daqui seje bom para este tipo de planta.
    Obrigada

    ¬ Responder
  • andreia cristina

    29-04-2013 às 08:56:51

    olá bom dia Isabel gostaria de saber qual adubo usar nas camélias pois estão com botão e naõ abre acho que o clima onde moro é bom pois sou do sul de minas . aguardo resposta obrigada

    ¬ Responder
  • Rose CazulaRose Cazula

    11-09-2011 às 21:56:11

    minha tia fez um jardim muito bonito e plantou camelia ela da botao mas eles secam nem abre as flores oque se pode fazer

    ¬ Responder
  • elianeeliane

    31-03-2011 às 17:28:12

    @LAICE SEIXAS FERREIRA
    descobriu por que as flores da camélia não abrem? estou com o mesmo problema...

    ¬ Responder
  • ivaniraivanira

    12-07-2010 às 15:18:45

    @andreia
    gostaria de saber quando podar as camelias, k adubo usar?

    ¬ Responder
  • OdairOdair

    30-05-2010 às 02:07:01

    Eu fiz algumas estacas de camélias usando estacas dos galhos laterial do alto da planta e usei uma solução comprada em casa de plantas que informava que as mesmas deveriam ficar 12 horas nessa solução e depois plantadas.
    Repeti esses procedimentos muitas emuitas vezes e meu pé de camélia ficou só espetos e NUNCA...repito...nunca uma só muda vingou
    Onde posse ter errado tantas vezes assim
    Grande abraço
    Odair.

    ¬ Responder
  • LAICE SEIXAS FERREIRALAICE SEIXAS FERREIRA

    27-05-2010 às 02:32:28

    Minha pergunta é a mesma da Andreia, surgem muitos botões de camélia, mas não abrem. Você tem a resposta?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLainha

    03-03-2010 às 16:16:36

    @andreia
    Adoro e sou louca por camélias!
    Costumo plantar muitas vezes e utilizo adubo animal curtido de gado ou aves, cerca de 1 litro por muda de tamanho padrão, misturado com composto orgânico.

    ¬ Responder
  • Antonio Marcos da Silva Aquinoandreia

    03-03-2010 às 15:49:32

    Olá Isabel ! Muito esclarecedoras suas dicas. Gostaria de saber qual adubo coloco numa camélia branca que está cheia de botões e eles não abrem...
    Aguardo sua resposta.

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda a cultivar rosas e camélias

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios