Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Como se Vestir Melhor

Como se Vestir Melhor

Categoria: Vestuário
Visitas: 2
Comentários: 3
Como se Vestir Melhor

Em vez de apresentarmos aqui mais uma tendência, proposta ou critica, vamos hoje falar acerca de um tópico que, muitas vezes é posto de parte por muitos quando se fala de formas de vestir e estilos individuais, o que é estilo? Será que alguém pode aprender a vestir-se de uma forma com mais estilo? Será que alguém que não se sabe vestir, pode aprender?
Existem três respostas a esta pergunta. A primeira é: Não. Porque nasce com a pessoa, a noção de vestir bem! A segunda é: É possível, mas não sozinha. A terceira é: Sim, apenas precisa de querer.

Eu pessoalmente já presenciei a transformações espantosas acontecerem, em pessoas que ninguém pensava serem possíveis. Tal como, conheço pessoas que têm todos os meios (financeiros), para vestirem melhor e não o fazem. Por outro lado, conheço pessoas que querem vestir-se melhor e fazem o esforço, mas não o conseguem fazer sozinhas, precisando de alguém que respeitam, em termos de gosto, para as acompanhar nas compras que fazem.
Se nasceu com um bom olho (noção de estilo) ou se tem um personal stylist, este segmento não é para si. Agora se é uma pessoa que sente a desesperada vontade de mudar e de começar a reinventar-se, a lista de pontos que se segue é para si.
Assim passo a apresentar os principais pontos para que comece a mudar o seu guarda-roupa e para começar a sentir melhor com a nova pele que vai vestir.

Ponto 1



Pense sempre, em primeiro lugar na ocasião! Se é para trabalhar, para ir a um casamento, uma gala, uma inauguração, uma ida ao shopping ou simplesmente para um passeio na praia. Vista-se de acordo à situação. Se tem de comprar uma peça para uma ocasião especial, pense sempre no dia de amanhã, na medida em que a roupa que comprar poder ter uma funcionalidade no seu dia-a-dia. Force-se a pensar desta forma e verá que o dinheiro gasto não ficará parado no guarda-fatos à espera de ver a luz do sol durante meses.

Ponto 2



Um dos pontos que é muitas vezes ignorado neste tido de conselho é, conheça o seu corpo e respeite-o. Querendo dizer, vista de acordo com o tipo de corpo que tem. Para as senhoras mais fortes e homens, atenção à roupa mais justa! Não tente esculpir e delinear as suas formas com roupa mais justa, isto só vai evidenciar o que já está a mais, em vez de disfarçar. Para as pessoas mais magras, atenção igualmente, à roupa mais justa também, bem como às peças com uma certa transparência, pois isto vai fazer com que pareça um palito dentro de um saco de batatas. As senhoras devem ter especial atenção ao soutien, este é um dos maiores erros cometidos por muitas mulheres, aconselhe-se junto a uma profissional. Os homens, por outro lado, devem ter em especial atenção às calças demasiado justas, isto é demasiado démodé.

Ponto 3



Espalhe as peças em cima da cama, numa forma que emite o seu look final. Este é um passo de principiante, mas pode demonstrar-se extremamente útil na medida em que irá servir de muleta visual, para que tenha uma melhor percepção do jogo de cores final. Tente escolher cores que complementem o seu tom de pele, olhos ou cabelo. Crie uma ligação entre você enquanto pessoa e a roupa que veste, assim esta será apenas uma extensão/reflexo da sua personalidade.

Ponto 4



Em épocas de menos calor, tenha sempre em mente as camadas. Por camadas refiro-me à sobreposição de peças/elementos, esta irá com certeza protege-la do frio bem como proporcionar uma melhor postura e nível de confortabilidade. Aqui terá uma melhor forma de transmitir, uma maior noção de entidade e estilo próprio e aprender acerca dos contrastes e cores que mais se adequam a si.

Ponto 4



O último ponto e talvez um dos mais importantes são os acessórios. Um ou dois bons acessórios são capazes de muitas vezes, fazer milagres. Mas tenha em atenção aos acessórios e de que forma os combina. Estes devem respeitar a ocasião em questão (Ponto 1)! Nunca exagere nos acessórios, caso contrário irá parecer um pavão. Estes devem servir como forma de contraste e de quebrar a monotonia do que trás vestido, nunca devem ser o foco principal de uma toilete.

Como nota pessoal e conselho final, deixo a uma última sugestão. Tente ver alguns shows de moda/desfiles na televisão, leia algumas revistas da área, para ir ganhando alguma sensibilidade em relação a este tema. Vá a lojas como a Zara e verá que por pouco dinheiro irá conseguir seguir mais ao menos, as tendências das grandes casas de moda, siga também o conselho que damos no texto acerca de Marcas Vs. Preço, para num ponto mais à frente desta sua reinvenção, tome noção de uma nova forma de enriquecer o seu guarda-roupa. Boas compras!



Bruno Jorge

Título: Como se Vestir Melhor

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 2

614 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    12-06-2014 às 19:26:50

    Creio que o básico é sempre o melhor! Nada de muita coisa para se vestir, já que a pessoa quando encanta, encanta com seu jeito, gestos, atitudes!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla Horta

    07-09-2012 às 23:38:25

    O Bruno tem razão numa coisa. Existem pessoas que apesar de se esforçarem, não conseguem parecer bem vestidas. Julgo que isto é muito à conta de não encontrem o seu estilo e vestirem aquilo que tem de facto a haver com elas. As dicas são fantásticas. Perfeito.

    ¬ Responder
  • Elza alves da luzElza alves da luz

    25-05-2011 às 23:35:59

    40142 o Bruno está de parabéns com as boas ideias dele eu até foi a primeira vez que entrei p/ ver uma coisa e me interssei por outra Bruno continue assimum grande abraço.

    ¬ Responder

Comentários - Como se Vestir Melhor

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cecília Meireles

Ler próximo texto...

Tema: Biografias
Cecília Meireles\"Rua
Biografia, obras e estilo literário

Cecília Meireles é uma das grandes escritoras da literatura brasileira. Seus poemas encantam os leitores de todas as idades. Nasceu no dia 7 de novembro de 1901, na cidade do Rio de Janeiro e seu nome completo era Cecília Benevides de Carvalho Meireles.

Sua infância foi marcada pela dor e solidão, pois perdeu a mãe com apenas três anos de idade e o pai não chegou a conhecer (morreu antes de seu nascimento). Foi criada pela avó Dona Jacinta. Por volta dos nove anos de idade, Cecília começou a escrever suas primeiras poesias.

Formou-se professora (cursou a Escola Normal) e com apenas 18 anos de idade, no ano de 1919, publicou seu primeiro livro “Espectro” (vários poemas de caráter simbolista). Embora fosse o auge do Modernismo, a jovem poetisa foi fortemente influenciada pelo movimento literário simbolista.

No ano de 1922, Cecília casou-se com o pintor Fernando Correia Dias. Com ele, a escritora teve três filhas.

Sua formação como professora e interesse pela educação levou-a a fundar a primeira biblioteca infantil do Rio de Janeiro no ano de 1934. Escreveu várias obras na área de literatura infantil como, por exemplo, “O cavalinho branco”, “Colar de Carolina”, “Sonhos de menina”, “O menino azul”, entre outros. Estes poemas infantis são marcados pela musicalidade (uma das principais características de sua poesia).

O marido suicidou-se em 1936, após vários anos de sofrimento por depressão. O novo casamento de Cecília aconteceu somente em 1940, quando conheceu o engenheiro agrônomo Heitor Vinícius da Silveira.

No ano de 1939, Cecília publicou o livro Viagem. A beleza das poesias trouxe-lhe um grande reconhecimento dos leitores e também dos acadêmicos da área de literatura. Com este livro, ganhou o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras.

Cecília faleceu em sua cidade natal no dia 9 de novembro de 1964.

Relação de suas obras:

Espectro - 1919
Criança, meu amor - 1923
Nunca mais... - 1923
Poema dos Poemas -1923
Baladas para El-Rei - 1925
O Espírito Vitorioso - 1935
Viagem - 1939
Vaga Música - 1942
Poetas Novos de Portugal - 1944
Mar Absoluto - 1945
Rute e Alberto - 1945
Rui — Pequena História de uma Grande Vida - 1948
Retrato Natural - 1949
Amor em Leonoreta - 1952
12 Noturnos de Holanda e o Aeronauta - 1952
Romanceiro da Inconfidência -1953
Poemas Escritos na Índia - 1953
Batuque - 1953
Pequeno Oratório de Santa Clara - 1955
Pistóia, Cemitério Militar Brasileiro - 1955
Panorama Folclórico de Açores -1955
Canções - 1956
Giroflê, Giroflá - 1956
Romance de Santa Cecília - 1957
A Rosa - 1957
Obra Poética -1958
Metal Rosicler -1960
Solombra -1963
Ou Isto ou Aquilo -1964
Escolha o Seu Sonho - 1964

Pesquisar mais textos:

Elisangela Lourenço de Oliveira

Título:Cecília Meireles

Autor:Elisangela Lourenço Oliveira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios