Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Gracioso vestido de noiva em renda

Gracioso vestido de noiva em renda

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Visitas: 2
Gracioso vestido de noiva em renda

Até as mais moderninhas se rendem ao romantismo de um vestido de noiva. O vestido de noiva é um símbolo de um dos rituais de passagem mais significativos de todos os tempos. O casamento, apesar de todas as reformulações que o mundo moderno o tem ocasionado, ainda é um vínculo estabelecido entre duas pessoas com a promessa da realização plena e pessoal na qual a felicidade é, ou deveria ser, o objetivo maior e final. Diante do matrimônio; dessa instituição, a mulher representa uma dualidade. Ela fica entre a ambiguidade da força da futura mãe e gestora da casa e a fragilidade da mulher apaixonada, na metáfora da menina virando mulher.

Nessa perspetiva, o vestido de noiva representa uma metamorfose. É ele quem enfatiza a beleza da mulher nos votos do casamento, além de ser o grande destaque do evento. Todos esperam para ver e admirar não só a noiva, que todos já conhecem, mas o seu vestido, o grande galã da celebração. A escolha dessa peça muito especial faz parte do imaginário de qualquer mulher que ainda não tenha vivido esse momento. Certamente toda mulher nessa condição, imagina como seria seu vestido se realizasse uma cerimônia religiosa. E, dentro desse imaginário, um gracioso vestido de noiva em renda impera vigoroso.

Um adorável vestido de noiva é a possibilidade concreta da realização de um sonho. Seja ele de alta costura, seja feito pela mãe, bordado pela tia, passado de geração a geração como uma superstição que garante o sucesso e a felicidade do casal, a realidade é que nada substitui um belo vestido em renda.

As possibilidades oferecidas pelos desenhos da renda são inigualáveis. A noiva já imagina sua renda com flores, com folhas, com desenhos indefinidos... O fato é que a renda é um tecido entrelaçado que forma desenhos variados e, talvez por isso, seja um dos tecidos mais escolhidos para grandes eventos. As rendas nos vestidos de noiva denotam a nobreza do momento. Geralmente os vestidos feitos desse tecido são mais cleans, mais simples para valorizar a nobreza do tecido e realçar a beleza da noiva.

Os acessórios compõem a cena da consagração. São os símbolos da esperada concretização do desejo. Para um gracioso vestido de noiva em renda são necessários um véu e uma grinalda ou uma mantilha que emoldure o rosto da noiva, mostrando sua alegria e um buquê que expandirá o sonho para mais alguém. Ainda há a possibilidade do cortejo das damas e dos pajens. Aí sim, o sonho está completo. Com testemunhas e verdadeiro diante de Deus, com a Sua benção.

Depois restarão as fotos, os vídeos e a saudade. Mas enquanto o depois não vem, a pretensa escolha de um vestido de noiva em renda, na sua nobreza e graciosidade, envolve mais do que um desejo, é um passo concreto na suposta aquisição da felicidade a dois.


Rosana Fernandes

Título: Gracioso vestido de noiva em renda

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 2

802 

Imagem por: Jakob Montrasio

Comentários - Gracioso vestido de noiva em renda

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Jakob Montrasio

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios