Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Como fazer um jardim em miniatura

Como fazer um jardim em miniatura

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 35
Comentários: 6
Como fazer um jardim em miniatura

As garrafas, garrafões, jarras ou qualquer outro recipiente de vidro transparente podem ser reciclados e transformados num lindo jardim em miniatura. Esta é uma maneira fácil, divertida e económica de decorar a sua casa ou até mesmo de presentear amigos.

Deverá escolher um bom recipiente de vidro transparente. A sua escolha deverá recair por um objeto suficientemente grande que permita que as plantas cresçam.

Comece por limpar e secar o recipiente escolhido antes de o utilizar. Arranje também palitos de churrasco ou pauzinhos chineses e arame para conseguir elaborar um conjunto de objetos que lhe irão facilitar a tarefa de criação do jardim: para fazer uma pá, use uma colher de chá e prenda-a a um palito ou pauzinho com um pedaço de arame; para calcar a terra, poderá usar um carrinho de linhas fixo na extremidade de um palito; para pinça poderá utilizar dois palitos de churrasco ou dois pauzinhos chineses; para podar, nada melhor que prender um canivete também a um palito.

As plantas que escolher deverão ser pequenas e de crescimento lento, como é o caso dos fetos e dos catos e com requisitos semelhantes, especialmente em termos de necessidade de água.

Após a seleção das mesmas, faça um estudo do modo como deseja que as plantas sejam colocadas no recipiente, de modo a harmonizar tamanhos e cores e assim criar um arranjo interessante.

Depois, é só iniciar o trabalho:comece por colocar seixos e areia na base do recipiente. Isto irá criar uma boa drenagem, impedindo assim a criação de fungos. Adicione em seguida pedaços de carvão, que irão eliminar o cheiro causado pela decomposição que irá ocorrer no interior. Por fim, cubra todas estas camadas com cerca de 7 cm de terra.

Use a pá para alisar a superfície e depois faça um buraco fundo para colocar a primeira planta. Comece por plantar junto ao vidro e só depois trabalhe o centro. Retire as plantas do vaso de origem, limpe as raízes do excesso de terra e introduza-a no buraco previamente feito, com a ajuda da pinça.

Repita este processo para todas as plantas e, no fim, calque com o carrinho de linhas.
Antes de colocar uma rolha de cortiça, vaporize as plantas e a terra e limpe as paredes da garrafa com uma esponja ou um pedaço de algodão ou gaze presos a um palito ou pauzinho chinês.

Depois, é só escolher um local com luz para colocar o pequeno jardim que criou e apreciar a obra que criou.


Catarina Bandeira

Título: Como fazer um jardim em miniatura

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 35

802 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    12-10-2014 às 13:12:54

    Eu amei essa dica super bacana de como fazer um jardim em miniatura. Tenho muita vontade de fazer também e adoro um ambiente bem arborizado.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    24-04-2014 às 22:33:13

    Como é bom ter um jardim em miniatura, a Rua Direita adorou as dicas!

    ¬ Responder
  • alcionealcione

    06-02-2012 às 00:21:30

    bom!!! tenho em minha casa arvore de manga pois quero saber como matar os fungos que ela deu no pe as mangas sairam com muitas largatas e com gosto exquisitos que faco?

    ¬ Responder
  • frankfrank

    09-02-2011 às 22:18:43

    adorei o site mas...preciso d umas dicas por favor contactem
    [email protected]

    ¬ Responder
  • Comercial rb CenterAndréia

    02-01-2011 às 16:07:44

    Amei conhecer este sit, me ajudou muito de como fazer eu mesmo meu jardim. Muito obrigada pela dicas.

    ¬ Responder
  • GiuseppeGiuseppe

    12-11-2009 às 11:30:21

    1) seria possível substituir o vidro por PET ?
    2) poderia eliminar o cheiro causado pela decomposição que irá ocorre no interior da garrafa aproveitando para fazer compostagem ?

    ¬ Responder

Comentários - Como fazer um jardim em miniatura

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios