Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Como aplicar papel de parede

Como aplicar papel de parede

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 2
Comentários: 4
Como aplicar papel de parede

Aplicar papel de parede não é um bicho de sete cabeças como muitas pessoas pensam, basta ter vontade de trabalhar, um pouco de paciência e muito entusiasmo para ver o resultado final.
Antes de colocar as mãos à obra, jogue pelo seguro e certifique-se que reúne todos os utensílios necessário: balde para a cola, cola, esponja para retirar os restos da cola, x-ato, tesoura, lamina de revestimento, régua, pincel para aplicar a cola, fio-de-prume, escadote, mesa de cavalete e escova para alisar o papel.

Em primeiro confirme se a ou as paredes em causa estão bem secas. Numa parede húmida o papel de parede não se mantém colado e pode também causar manchas escuras no papel.

Prepare a cola da farinha conforme as indicações provenientes nas instruções da embalagem e deixe engrossar um pouco.

Comece numa parede que esteja perto de uma janela de forma a aproveitar a luz natural. Meça a altura da parede e corte as tiras de papel necessárias. Deve sempre deixar 10cm de comprimento a mais na margem. Utilize a primeira tira de papel que cortou como molde para as restantes.

Deite as tiras de papel com a parte de trás virada para cima, sobre a mesa de cavalete e pincele a cola uniformemente e em abundância do meio para as pontas. Deve apenas colocar a cola nas tiras de papel que irá aplicar no próximo quarto de hora para a cola não secar.

Antes de colar o papel na parede verifique se o mesmo irá ficar direito, pinte o fio-de-prume com giz e estique-o na parede de forma a pintar um risco na parede que servirá como marca de orientação.

Ao colocar o papel na parede pressione-o com cuidado e alise-o com uma escova, comece pelo o centro e dirija-se para as extremidades. Vinque o papel com algum cuidado no teto e no rodapé e com uma lamina corte o que está em excesso. Para certificar-se que as bordas estão coladas utilize uma esponja seca ou um rolo felpudo no papel de parede com padrões ou com relevo estampado, em papel forrado com espuma utilize um rolo de cantos.

Verifique se o papel apresente bolhas de ar e utilize uma escova para alisar o papel. Limpe os excessos de cola com uma esponja húmida. Caso este apresente alguma manchas de humidade não fique preocupado pois estas desapareceram quando o papel secar.
Espere um dia e veja o resultado final.


Rua Direita

Título: Como aplicar papel de parede

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

764 

Imagem por: danibegood2001

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    12-10-2014 às 13:44:00

    Um método muito barato para a pessoa utilizar em qualquer ambiente da casa. Muito bom! Aplicar papel de parede é bem mais fácil do que eu imaginava.

    ¬ Responder
  • maria limamaria lima

    16-09-2011 às 22:55:13

    ola boa noite
    tenho um armario de parede mas queria colocar papel de parede nas portas para mudar um pouco,a minha questao é a largura do papel em relacao as portas.terei tambem que as lixar, pois tem verniz, certo?

    obrigado

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãohuloi

    05-04-2011 às 01:50:03

    eu estou muito contente com este texto de bricolage e jardim

    obrigado ajudaram me muito no trabalho da escola

    ¬ Responder
  • mouramoura

    02-08-2010 às 17:04:43

    existem papeis vinilicos. papeis que se da cola na parede. cola no papel tem o seu tempo de espera e nunca esquecer de comecar com uma boa prumada o papel de parede brilha quando e colocado por um proficional

    ¬ Responder

Comentários - Como aplicar papel de parede

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: danibegood2001

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios