Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Como se Despede um Funcionário?

Como se Despede um Funcionário?

Categoria: Empresariais
Visitas: 4
Comentários: 5
Como se Despede um Funcionário?

Se depararmo-nos com uma situação de desemprego é uma coisa complicada e produz sentimentos difíceis de gerir, despedir um funcionário pode não ser uma atitude a ser tomada de ânimo leve. Apesar da maior parte de nós, enquanto funcionários, achar que despedir um funcionário não é complicado e que a entidade patronal tem sempre um sangue frio muito grande, a realidade pode não ser essa. Despedir um funcionário pode por um lado ser um alívio, mas pode, em muitas situações ser um assunto com custos emocionais complicados.

A crise numa empresa instala-se quando menos se espera e se a subida é gradual e complicada, conseguida a custo, a descida é rápida, acentuada e em queda livre. Numa situação destas, muitas são as entidades patronais que se vêem obrigadas a reduzir (por vezes de forma substancial) o número de empregados.

Mas e como o fazer? Bem, se é dono de uma empresa e se encontra numa destas situações, saiba que deverá seguir o que está previsto na lei (Código do Trabalho), pois poderá ter de enfrentar funcionários que não compreenderão a situação precária da empresa.

Se a única solução é despedir mais do que um funcionário, deverá reger-se por um despedimento colectivo. Relativamente aos funcionários que deverá dispensar, a lei obriga a que sejam os com contrato mais recente. Os funcionários mais antigos são os últimos a ser despedidos, mesmo que a sua prestação não seja a melhor.

Se a solução está em despedir um só funcionário poderá (e deverá) utilizar o despedimento por extinção por posto de trabalho. Isto significa que o posto de trabalho vai deixar de existir. Podem por exemplo existir duas pessoas a fazer o mesmo trabalho, mas passará a ser feito só por uma, pelo que o posto da segunda deixará de existir.

Em ambas as situações, é obrigatório a empresa empregadora comunicar em primeiro lugar e com 60 dias de antecedência, que existe a intenção de extinguir o posto de trabalho. Desta forma o trabalhador pode contestar ou não. A segunda comunicação explica que o posto vai ser extinto e que o funcionário em questão deixará de trabalhar a partir de determinada data.

Estas cartas são enviadas por correio registado, mas o procedimento pode ter outros contornos.

Custe-lhe ou não dispensar um funcionário, o ideal é conversar sempre com ele antes da recepção da referida carta. Explique-lhe a sua intenção e porque o faz. Combinem detalhes e coloquem-no por escrito, se possível. Prepare-se, as emoções estão ao rubro e pede-se muita paciência e bom senso. Se ninguém gosta de despedir, acredite que ninguém gosta de ser despedido.


Carla Horta

Título: Como se Despede um Funcionário?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 4

809 

Imagem por: alancleaver_2000

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • SophiaSophia

    01-05-2014 às 15:37:09

    É sempre bem delicado despedir um funcionário, mas se a pessoa souber falar com jeitinho não causará constrangimento nele. Usar o profissionalismo é fundamental nessas horas.

    ¬ Responder
  • lucimara resende

    15-01-2013 às 16:04:42

    meu patrao nao vai fechar a empresa,mas nao quer ter funcinario.qostaria de saber si ele terá custos ao me dar a carta pra receber o subsidio. meus cumprimentos .obrigado

    ¬ Responder
  • paulo alves

    09-11-2012 às 17:49:12

    boa tarde, despedimento por extinçao do posto de trabalho- a notificaçao pode ser verbal? ou tem que ser por escrito? os 30 dias por ano podem ser negociaveis para mais? ou é o legal por lei? pode a funcionaria negar o despediemnto ? obrigado

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    18-09-2012 às 12:56:00

    Concordo consigo quando refere que o empregador deve conversar com o trabalhador despedido antes do envio da carta. Sabendo que o despedimento é algo que terá grande impacto na vida daquela pessoa, que terá de se habituar de novo à rotina -que poderá estender-se durante um longo período de tempo- de procurar emprego e recuperar contactos, o empregador deve mostrar sensibilidade no momento dessa comunicação. Será um momento tenso, mas não terá de ser destrutivo.

    ¬ Responder
  • Gabriel MarquesGabriel Marques

    02-01-2012 às 10:53:14

    Bom dia, será que me pode ajudar no processamento da carta de despedimento de um funcionário por extinção do posto de trabalho?
    O acordo com o funcionário já existe, agora só falta mesmo essa carta para ele poder apresentar no fundo de desemprego. Obrigado pela atenção.

    ¬ Responder

Comentários - Como se Despede um Funcionário?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: alancleaver_2000

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios