Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Escolha Da Escola Certa

A Escolha Da Escola Certa

Categoria: Outros
A Escolha Da Escola Certa

A localização da casa é deveras importante para facilitar a vida do quotidiano diário.

Como a correria e o stress é cada vez maior as infra-estruturas adequadas são uma via de facilitar os transportes e necessidades básicas. É o caso dos infantários, creches e escolas primárias ou outras para os filhos estudarem. Se estiverem próximo de casa facilitam em muito pois evita-se trânsito, horas de espera e dá para fazer as refeições em casa. Para além de se poder dar mais apoio às crianças facilita o intercâmbio entre pais e escola muito benéfico para a evolução das crianças.

Para os pais que trabalham fora o ideal é escolher uma escola que tenha todos os recursos lá dentro, ou seja, com refeições incluídas e actividades lúdicas. Deste modo proporcionam mais facilidades para quem não se pode deslocar com tanta frequência à escola. As crianças ficam lá todo o dia e têm deste modo todos os apoios que necessitam.

Normalmente as escolas oficiais não estão preparadas para receber crianças que necessitam de ficar o dia todo. Não têm cantina o que faz com que os pais tenham que ir buscá-los para o almoço. Para quem necessita destes serviços o ideal é optar por uma escola particular ou colégio. Apesar de serem mais caros compensam em termos de tempo para os pais. São ainda óptimas para quem quer ter um bom aproveitamento escolar devido a serem menos do que nas escolas oficiais.

Quando se escolhe a escola ideal para os filhos tem que se ter em conta a proximidade de casa, a maior funcionalidade e condições de aprendizagem e recursos. Dependendo do tempo que se pode despender para apoiar as crianças deve recair a escolha. Às vezes há escolas oficiais nas proximidades de casa mas não dispõem de todos os recursos necessários. São mais indicadas para mães que não trabalham e podem ir buscá-las para as refeições. Por outro lado funcionam por turnos de manhã ou de tarde e não podem permanecer lá o dia todo. Deste modo torna-se necessária outra alternativa para ocupar o tempo restante e não é muito bom andarem de um lado para o outro. Têm ainda que se adaptar a duas escolas, vários professores e colegas. Hás vezes esta situação pode trazer problemas de nervosismo, insónias e outros de foro físico e psicológico.

O ideal é optar sempre por uma escola que proporcione o ambiente mais agradável e acolhedor, bons recursos para aprender, confiança e bom trato.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A Escolha Da Escola Certa

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

616 

Imagem por: shinealight

Comentários - A Escolha Da Escola Certa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: shinealight

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios