Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Cure-se com varinhas de cristal

Cure-se com varinhas de cristal

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 12
Cure-se com varinhas de cristal

As varinhas de cristal são incrívelmente poderosas nos processos de cura e são as ferramentas mais potentes dos terapêutas.o motivo da sua eficiência é devido ao facto de que elas dirigem feixes altamente concentrados de energia para as regiões afectadas ou dolorosas do corpo.

Eram já usadas pelos místicos e curandeiros desde há muitos milhares de anos e pelos sacerdotes do Egipto. Estes usavam-nas como uma varinha mágica e de condão, como nos contos de fadas da Cinderela.

Com um cristal nas extremidades, as varinhas ampliam enormemente as energias do cristal. As mais usuais são as de qualquer tipo de quartzo, ou gema, em especial a ametista, quartzo rosa, cristal de rocha,fluorite e obsediana. Há também quem use de platina, prata, cobre ou ouro.

O seu cumprimento deve ser de trinta centímetros e alguns curandeiros colocam no seu interior ervas medicinais, símbolos de imagens,óleos, penas etc, para potenciar o seu efeito.

No entanto elas devem ser usada com muita sensatez. É necessário limpá-las, tal como um cristal qualquer, sendo o melhor processo, mergulhá-las em água e sal, passá-las em água corrente, limpar com um pano ou deixar ao sol.
Antes de serem utilizadas para cura, deve apontar-se a sua ponta para a terra, a fim de remover a negatividade.

A pessoa a tratar deve estar calma e confortável, em estado de meditação. O terapeuta aponta a varinha para a região a tratar. Esta enche-se da luz e energia do cristal, o que leva naturalmente à cura.

O terapeuta faz de receptor e o doente de emissor das energias do cristal. Deve por isso estar concentrado nele. Toda a energia nefasta é absorvida pela varinha e para a transmutar basta virá-la para baixo. Depois basta apontar novamente para o mesmo local ou outro que necessite tratamento.

O doente pode receber o tratamento sentado numa cadeira com as costas direitas. Deste modo, a energia flui livremente por todo o corpo. Pode ainda estar deitado, se preferir.

Não é necessário que o tratamento seja feito por um curador. Basta o doente estar calmo e relaxado e apontar o cristal para as zonas que necessitem ser curadas.

O importante é que a varinha esteja limpa e a dirija para baixo sempre que a aponta para a zona doente. Em poucos minutos a energia curativa do cristal é absorvida pelo doente.

Este meio de cura funciona como na meditação, sendo importante estar apenas concentrado, relaxado e numa posição confortável, para deste modo receber a energia de luz do cristal.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Cure-se com varinhas de cristal

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 12

669 

Comentários - Cure-se com varinhas de cristal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios