Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Como fazer a mudança de um escritório

Como fazer a mudança de um escritório

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Empresariais
Visitas: 8
Comentários: 1
Como fazer a mudança de um escritório

Todos, em qualquer altura da nossa vida, já nos vimos sujeitos a mudanças. De carro, de emprego, de casa ou de escritório.

Verdade se diga que existem mudanças mais ou menos complicadas do que outras, e enquanto umas são levadas com uma descontração extraordinária, outras há que nos custam horrores.

Quando o assunto se trata de mudar de escritório a nível profissional, a aventura pode ser isso exatamente, uma verdadeira aventura. Manter a empresa em funcionamento enquanto tem de fazer uma mudança é uma verdadeira epopeia e pode bem acontecer, ter vontade de puxar os seus próprios cabelos.

Se a mudança de ares pode ser já por si uma coisa que custa, a desarrumação de caixas, pastas e computadores, pode ser um desastre.

Veja então a forme mais rápida e mais fácil de fazer a sua mudança mantendo a atividade do seu negócio.

Depois do novo espaço escolhido, verifique se este necessita de alterações, pinturas e arranjos. Se é este o caso, agora é a altura ideal para tratar do assunto. Enquanto trata dos preparativos no escritório antigo, execute todas as obras ou pequenas reparações no escritório novo.

No escritório antigo, comece por verificar quais as pastas e ficheiros que menos utiliza. Estes devem ser os primeiros a serem encaixotados. Aproveite a altura para fazer uma limpeza geral e deitar fora tudo o que não necessita.

Na altura em que o escritório novo estiver pronto, comece a transportar pequenas caixas e caixotes. Todas as caixas devem ter a indicação no topo do que transportam lá dentro. Assim, quando estiverem no escritório novo, mais facilmente são encaminhadas para o destino correto.

Peça, entretanto à empresa de comunicações fixas, que durante uns dias encaminhe todas as chamadas para um número de telemóvel. Assim, e mesmo no meio da confusão normal de uma mudança, não deixará de atender os seus clientes.

Retire um dos computadores do escritório antigo, tal como a impressora. Instale no escritório novo. Desta forma continuará a ter acesso à internet se achar necessário.

A empresa de mudanças já deverá estar contratada e tudo o que é material da empresa, deverá estar encaixotado, com a devida identificação.

A mudança dos móveis deverá ser feita no mesmo dia, para que com bastante facilidade, as pastas sejam repostas nos seus sítios e existam secretárias onde se possa trabalhar em caso de urgência.

Por último, não se esqueça de alterar a sua morada em todas as entidades que lhe prestam serviços, e principalmente, comunique aos seus clientes que mudou de instalações. As mudanças são sempre complicadas, mas vai ver que com organização e ajuda, não vai ter grandes problemas. Boas mudanças!


Carla Horta

Título: Como fazer a mudança de um escritório

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 8

784 

Imagem por: EverJean

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    10-07-2014 às 23:40:17

    As mudanças sempre nos causam dor de cabeça. Assim mesmo são muito necessárias em qualquer escritório.

    ¬ Responder

Comentários - Como fazer a mudança de um escritório

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: EverJean

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios