Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Como gerir um romance no trabalho

Como gerir um romance no trabalho

Categoria: Empresariais
Visitas: 4
Comentários: 2
Como gerir um romance no trabalho

A convivência profissional requer empatia, maturidade e selecção. No âmbito pessoal implicam respeito, harmonia, amor, admiração e confiança. É bom usar de diplomacia e responsabilidade. Não deve haver interferência de sentimentos para não tornar o ambiente hostil.

No entanto o local de trabalho é o lugar onde muita gente encontra os seus parceiros, com quem casam, ou saiam para conviver.

Hoje as pessoas já não escondem os romances como dantes, no entanto quando acontece no local de trabalho dá muitos problemas e está repleto de perigos. Há a tendência para tornar complicada a posição dos superiores e dos colegas de trabalho.

Convêm deste modo evitar um envolvimento, em especial com o superior hierárquico para evitar comentários e represálias. Há instituições de trabalho que nem permitem os relacionamentos amorosos, no entanto se o coação falar mais alto, melhor é adoptar uma postura conveniente. Neste caso nenhuma das partes beneficia, tendo ambos que defender a carreira. O convívio deve ser bem visto, caso contrário gera problemas e desmotivação.

Para o caso de se verificar um romance, devem então as pessoas envolvidas adoptar uma postura ética manter horários diferentes para evitar comentários, fofocas e discussões com outros colegas.

Nunca se deve fazer demonstrações de carinho em público e é necessário ter inteligência para inibir problemas que possam colidir a qualquer momento.

Além do comportamento referido, deve ainda evitar-se posturas assertivas e julgamentos bem como travar a competição que se agrava com ela.

Apesar de todas estas medidas a adoptar nem sempre se consegue esconder o romance que existe entre os envolvidos. Alguns resultam em sucesso por inibirem todo o tipo de conflitos, outros porém não conseguem. O melhor neste caso é mudar de local de trabalho para não ter interferências desta índole.

O sucesso do trabalho não deve ter a ver com um envolvimento. No entanto é mais vulgar acontecer do que se pensa. Isto porque provavelmente os pares conseguiram irradiar os problemas de convivência, competição e do ferir susceptibilidades. O sucesso do relacionamento foi possível porque não deixaram transparecer os sentimentos nem fizeram uso da competição.

Se os requisitos apresentados forem respeitados o sucesso de um romance no trabalho é susceptível de resultar bem, ao invés o exibicionismo pode resultar num grande fracasso e aumento dos problemas. Neste caso o ideal é mudar de local de trabalho ou escolher outro romance fora.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como gerir um romance no trabalho

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 4

667 

Imagem por: lumaxart

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    05-07-2014 às 06:33:21

    Independente dos sentimentos de cada, eles precisam manter a ética e a boa relação como profissionais. É muito difícil, mas tem que ter controle e jogo de cintura.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    18-09-2012 às 11:36:13

    Não considero que os romances no trabalho devem ser evitados com sacrifício da felicidade pessoal. Acredito, como a autora, que os dois podem ser conciliados e que ambas as situações se podem manter, desde que com discrição tanto do casal como dos colegas que eventualmente saberão. É claro que há certos aspectos a ter em consideração, como a importância do trabalho e do relacionamento para cada um dos membros do casal. Mas não é impossível.

    ¬ Responder

Comentários - Como gerir um romance no trabalho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: lumaxart

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios