Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Como gerir um romance no trabalho

Como gerir um romance no trabalho

Categoria: Empresariais
Visitas: 4
Comentários: 2
Como gerir um romance no trabalho

A convivência profissional requer empatia, maturidade e selecção. No âmbito pessoal implicam respeito, harmonia, amor, admiração e confiança. É bom usar de diplomacia e responsabilidade. Não deve haver interferência de sentimentos para não tornar o ambiente hostil.

No entanto o local de trabalho é o lugar onde muita gente encontra os seus parceiros, com quem casam, ou saiam para conviver.

Hoje as pessoas já não escondem os romances como dantes, no entanto quando acontece no local de trabalho dá muitos problemas e está repleto de perigos. Há a tendência para tornar complicada a posição dos superiores e dos colegas de trabalho.

Convêm deste modo evitar um envolvimento, em especial com o superior hierárquico para evitar comentários e represálias. Há instituições de trabalho que nem permitem os relacionamentos amorosos, no entanto se o coação falar mais alto, melhor é adoptar uma postura conveniente. Neste caso nenhuma das partes beneficia, tendo ambos que defender a carreira. O convívio deve ser bem visto, caso contrário gera problemas e desmotivação.

Para o caso de se verificar um romance, devem então as pessoas envolvidas adoptar uma postura ética manter horários diferentes para evitar comentários, fofocas e discussões com outros colegas.

Nunca se deve fazer demonstrações de carinho em público e é necessário ter inteligência para inibir problemas que possam colidir a qualquer momento.

Além do comportamento referido, deve ainda evitar-se posturas assertivas e julgamentos bem como travar a competição que se agrava com ela.

Apesar de todas estas medidas a adoptar nem sempre se consegue esconder o romance que existe entre os envolvidos. Alguns resultam em sucesso por inibirem todo o tipo de conflitos, outros porém não conseguem. O melhor neste caso é mudar de local de trabalho para não ter interferências desta índole.

O sucesso do trabalho não deve ter a ver com um envolvimento. No entanto é mais vulgar acontecer do que se pensa. Isto porque provavelmente os pares conseguiram irradiar os problemas de convivência, competição e do ferir susceptibilidades. O sucesso do relacionamento foi possível porque não deixaram transparecer os sentimentos nem fizeram uso da competição.

Se os requisitos apresentados forem respeitados o sucesso de um romance no trabalho é susceptível de resultar bem, ao invés o exibicionismo pode resultar num grande fracasso e aumento dos problemas. Neste caso o ideal é mudar de local de trabalho ou escolher outro romance fora.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como gerir um romance no trabalho

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 4

667 

Imagem por: lumaxart

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    05-07-2014 às 06:33:21

    Independente dos sentimentos de cada, eles precisam manter a ética e a boa relação como profissionais. É muito difícil, mas tem que ter controle e jogo de cintura.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    18-09-2012 às 11:36:13

    Não considero que os romances no trabalho devem ser evitados com sacrifício da felicidade pessoal. Acredito, como a autora, que os dois podem ser conciliados e que ambas as situações se podem manter, desde que com discrição tanto do casal como dos colegas que eventualmente saberão. É claro que há certos aspectos a ter em consideração, como a importância do trabalho e do relacionamento para cada um dos membros do casal. Mas não é impossível.

    ¬ Responder

Comentários - Como gerir um romance no trabalho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: lumaxart

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios