Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Como Foi O Romantismo No Brasil: Ênfase Na Poesia

Como Foi O Romantismo No Brasil: Ênfase Na Poesia

Categoria: Literatura
Como Foi O Romantismo No Brasil: Ênfase Na Poesia

O Romantismo pode ser considerado o período do verdadeiro nascimento da vida literária brasileira. Nesses anos criaram-se o romance e o teatro nacionais, a poesia enriqueceu-se a formou-se um razoável público leitor, que passou a estimular cada vez mais a produção literária.

Grandes nomes da literatura brasileira foram surgindo desde então o surgimento do Romantismo e isso foi graças à ele. Temos muitos nomes importantes e até hoje, eles são ensinados nas escolas, universidades e trouxeram um excelente legado para o país.

O romance tem sido um dos temas mais populares e bem aceitos pela sociedade brasileira. É um dos segmentos da literatura que mais vende livros e são os que mais são escritos em toda a época do Brasil.

O Nacionalismo Romântico

Em termos didáticos, o ano de 1836 marca o início do Romantismo Brasileiro, com a publicação do livro de poesias Suspiros Poéticos e Saudades, de Gonçalves de Magalhães, primeira obra brasileira tipicamente romântica.

Nesse mesmo ano, é lançada, em Paris, por iniciativa de Araújo Porto-Alegre, Torres Homem, Pereira da Silva e Gonçalves de Magalhães, a revista Niterói, que se torna uma espécie de porta-voz das novas ideias românticas no Brasil.

Envolvidos pelo entusiasmo nacionalista gerado pela proclamação da Independência em 1822, os escritores românticos engajaram-se também no projeto de criação de uma literatura autenticamente nacional. Esse esforço de “brasilidade” revelou-se na escolha de temas ligados à nossa realidade social e histórica e na própria linguagem usada pelos escritores, que abandonaram aos poucos o tom lusitano em favor de um estilo mais próximo da fala brasileira.

Nessa época, o Brasil era um país essencialmente agrário, dependente do trabalho escravo. Estava longe do processo de desenvolvimento urbano que a Revolução Industrial, com suas fábricas e multidões de operários, provocavam em muitos países europeus.

Já no início do século XIX, aos poucos foi se inserindo a cultura letrada, porém era ainda restrito, mas aos que sabiam ler, faziam reuniões para mais e mais pessoas pudessem ter acesso às leituras ouvindo sobre as histórias nos folhetins. Um momento marcante para o Brasil e o Romantismo.

Assim, vemos que o Romantismo teve e tem grande impacto em nossa literatura no Brasil, sendo um dos gêneros literários mais conhecidos, famosos e apreciados por todos os amantes da leitura.


Adriana Santos

Título: Como Foi O Romantismo No Brasil: Ênfase Na Poesia

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - Como Foi O Romantismo No Brasil: Ênfase Na Poesia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios