Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Como Fertilizar o Tomate

Como Fertilizar o Tomate

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 18
Comentários: 1
Como Fertilizar o Tomate

Escolha, se pretender, utilizar adubos químicos. Não use fertilizante do gramado. A proporção de minerais em fertilizantes do gramado é de caules e folhas que crescem. Procure um fertilizante vegetal que é para estimulante frutas. Os tomates podem crescer muito bem organicamente, desde que o solo seja bem enriquecido com matéria orgânica. Se você não usar fertilizantes químicos, experimente usar metade da concentração recomendada por galão (usando instruções da embalagem), mas fertilize duas vezes.

A fertilização pode fazer com que as plantas cresçam muito rapidamente, deixando-as mais suscetíveis a doenças e insetos.

Lembre-se que seu objetivo no cultivo do tomate é a fruta, não apenas a planta. Os fertilizantes, especialmente quando usados em excesso, ou o tipo errado pode fazer com que a sua planta produza mais folhas e folhagens do que frutas.

Agite polos de sua planta ou as gaiolas suavemente uma ou duas vezes por semana por cerca de 5 segundos, uma vez que a floração começa a promover a polinização das flores (de uma flor para outra). De acordo com a Associação Nacional de Jardinagem, sacudindo a planta de tomate aumenta a produção de frutas de forma mais uniforme.

Preste atenção, as frutas devem aparecer 45-90 (cerca de 60) dias após o transplante. As plantas de tomate geralmente têm fruta verde e pequena no início. Espere até que a fruta esteja de bom tamanho com uma coloração brilhante. Isso significa que o fruto está maduro e pronto para colher. A textura da fruta pode também determinar quando está pronta para colher. A maturação é geralmente determinada por uma suavidade leve. Tenha o cuidado de só tocar o tomate, não aperte com as pontas dos dedos senão esmaga a fruta.

Além disso, tenha o cuidado de não permitir que ela se torne demasiado madura, o que resulta num tomate muito suave.

O tomate depois de colhido pode ser utilizado para uma grande variedade de molhos e receitas. Pode optar por deixá-lo amadurecer mais um pouco, descascá-lo e congelá-lo. Quando precisar para utilizar em molhos ou preparados pode colocá-lo diretamente na receita sem necessitar descongelar.

Nas sopas o tomate fica muito saboroso. Pode também utilizar em patés ou entradas para dar cor e paladar.

Boas receitas!


Rua Direita

Título: Como Fertilizar o Tomate

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 18

667 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    13-10-2014 às 14:37:28

    Ahhh, agora já sei que temos que usar fertilizante vegetal para cultivo de frutas e o tomate. Por isso, deve-se ter conhecimento específico sobre casa tipo de plantio, assim eles poderão crescer saudáveis e darem bastante frutos.

    ¬ Responder

Comentários - Como Fertilizar o Tomate

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios