Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Combine a sua doença com a alimentação

Combine a sua doença com a alimentação

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Combine a sua doença com a alimentação

Quantas vezes já esteve doente e se deparou com a pergunta, o que posso fazer para comer? Aqui vou deixar algumas soluções.
Em caso de anemia deve preferira comer proteínas presente nas carnes, nas aves e nos peixes. Pode também encontrar este nutriente no feijão, na soja, nas couves e nos brócolos. Coma muita fruta durante o dia. Pode sempre adicionar esta à sua salada ou até mesmo fazer batidos naturais.

Se estiver com prisão de ventre, aumente consideravelmente a quantidade de fibras na sua alimentação. Prefira alimentos integrais, como arroz e o pão, em vez de brancos. Aumento o consumo de frutas, legumes e verduras. Beba muita água, mesmo que não seja do seu total agrado. Uma ótima mistura é iogurte com sementes ou com cereais integrais. Não se deixe abater pela barriga inchada e sai de casa, caminhe ou pratique exercício físico. Habitue o seu intestino a ir à casa de banho todos os dias para não ter que se confrontar com este problema nunca mais. Não tome laxantes, pois podem viciar o intestino e ficar dependentes deles.




Pelo contrário, sofre de diarreia, deve retirar os condimentos à comida e preferir alimentos bem cozidos. Coma bananas, pêras e maçãs. Não deixe desidratar-se. Beba água durante o dia. Pode substituir esta por chás saborosos, como a camomila, e sucos com os frutos atrás referidos. Evite beber leite ou comer os derivados. Afaste o açúcar de si por algum tempo. Recorra a um médico se a diarreia persistir.

Se sofre de diabetes deve ter cuidados especiais para o resta da sua vida, como ter horários certos para comer. Deve preferir os alimentos integrais aos alimentos com grandes quantidades de hidratos de carbono. Dê atenção aos alimentos grelhados ou assadas. Evite os doces e o açúcar em geral, dando preferência ao adoçante. Beba água e coma muita fruta para substituir o desejo por doces. Faça exercício físico diariamente. Procure ter uma vida tranquila, não deixando o stress entrar na sua vida. Tome a medicação corretamente tal como foi prescrita.

Na eventualidade de ter algumas destas doenças, espero que as dicas tenham ajudado.


Daniela Vicente

Título: Combine a sua doença com a alimentação

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Comentários - Combine a sua doença com a alimentação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios