Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Roupa para gordinhas

Roupa para gordinhas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Visitas: 47
Comentários: 9
Roupa para gordinhas

O vestuário desde sempre foi considerado um distintivo social. Já desde os primórdios da antiguidade, a roupa diferenciava as classes sociais e o grau de riqueza de cada um. Hoje, isso já não acontece com tanta evidência , no entanto a roupa deve estar sempre adequada ao corpo da pessoa que a usa.

Deste modo a sua escolha deve ter sempre em atenção a estatura e e o peso. Claro que ás vezes gostamos muito de determinada peça de vestuário mas nem sempre ela se adapta à nossa constituição física nem ao tom de pele ou cabelos. Tal facto não menospreza a imagem das pessoas por serem magras ou gordas, mas a escolha adequada pode sem dúvida valorizar em muito quem as veste. Os padrões de beleza sofrem sempre modificações de época para época, logo não se lhe deve dar muita importância , pois o que realmente interessa é aplicar bem o vestuário no estilo físico e estético da pessoa. Isso marca a diferença e define o padrão ideal para cada um. Ou seja marca padrões e estilos diferentes mas cada um ideal, perfeito e sempre na moda. Desde que fique bem pode ser considerado moderno e atual, pois cada um tem seu estilo próprio e todos podem ser padrões desde que haja um certo sentido estético.

Assim os mais gordinhas devem ajustar as suas roupas à sua forma física e peso. Não deve vestir o mesmo do que uma pessoa magra dado que acentua mais os excessos de gordura que porventura tenha a mais em determinadas zonas do corpo visíveis. Logo há que tirar partido através do vestuário, tornando-o atrativo mas sem extravagância quer de cores, natureza do tecido e forma.

Por exemplo se escolher licras torna-se evidente que elas marcam mais as formas . Deste modo também sobressaem as gorduras inestéticas da barriga. Não são por isso aconselhadas para quem quer preserva-las. Para ficarem mais escondidas, certo tecidos e cores são mais adequados. Por exemplo o tamanho também interfere, pois se uma pessoa gordinha usa uma saia muito curta ela torna-a mais gordinha e exuberante. Deve pois dar-se muita atenção à estatura para aplicar uma saia curta ou comprida. Certo que um vestuário mais longo torna a pessoa mais alta. E o inverso torna-a mais baixa. Do mesmo modo que as cores escuras dão um efeito de menos gordura.

Por exemplo as lãs e tecidos mais grossos tornam a pessoa menos esbelta. E os linhos mais esbelta.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Roupa para gordinhas

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 47

792 

Imagem por: FeatheredTar

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • maria

    24-11-2015 às 18:37:11

    boa noite
    sou de gaia e pretendo vender varias peças de roupa tamanhos grandes para gordinhas.
    será que me sabem informar alguma loja que compre roupa em 2ª mão. roupa como nova.
    obg

    ¬ Responder
  • Rafaela CoronelRafaela

    17-09-2014 às 04:02:05

    Há muitos modelos adaptáveis às gordinhas. Mesmo porque a moda Plus Size tirou aquele ar de inferioridade por esse porte físico e trouxe a beleza da mulher mais cheinha. Tem cada roupa que é um charme!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-06-2014 às 04:48:07

    Se a pessoa se sente bem, confortável, então, pode usar a roupa que quiser, porém com bom senso! As gordinhas podem optar por roupas com tecidos mais grossos, tipo blazer, vestido tafetá...e assim..
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla Horta

    07-09-2012 às 22:37:26

    A uma gordinha é permitido vestir muita, muita coisa. Por vezes achamos que por se ter uns quilinhos a mais, estão impedidas de vestir alguns padrões ou tipo de tecidos. Por exemplo, umas leggings. Se forem vestidas com uma túnica elegante, a gordinha fica fantástica. julgo que existe muito preconceito sobre o que as gordinhas podem e devem vestir...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãonina

    27-04-2011 às 09:19:02

    ola eu visto o 54 de calça nao e qe esteja muito gorda mas e dificil encontrar roupa pra mim ,
    perciso de ajjuda o meu marido me diz qe estou perfeita deste jeito mas enquanto mulher nao me sinto bem ter vergonha de ir a praia e muito mau , gostava de ser melhor qe a paris hilton , e o meu marido diz qe sou mas eu nao me acho bonita , sera qe o meu marido tem razao ?
    obrigado
    regina

    ¬ Responder
  • lina luislina luis

    29-10-2010 às 16:56:21

    ola..
    bem eu visto 48, 50... sou mais larga de anca...
    ando a procura de algo diferente, moderno... podem me ajudar???

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRegina

    27-08-2010 às 00:09:29

    Olá! Sei da dificuldade pra encontrar moda adequada para o tamanho maior. Ainda mais em camisas femininas, tem muita malha feia por ai, que eu odeio usar...
    Tem uma marca que eu gosto muito é a Melim Modas de SC. Eles fazem camisetes lindíssimo e de qualidade.
    www.melimmodas.com.br pede pra eles enviarem o catálogo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLurdinha

    16-06-2010 às 16:43:54

    @Susana
    Compre na C&A.Lá há sempre tamanhos grandes.
    É onde a minha mãe costuma ir!
    Há lojas em quase todas as cidades. Coimbra, lisboa(Lisboa Amoreiras, Lisboa Guerra Junqueiro,Lisboa Spacio Shopping e Vasco da Gama), porto, aveiro, faro, portimão, guimarães..

    Boa sorte.
    Lá tem roupas Bonitas

    ¬ Responder
  • SusanaSusana

    16-06-2010 às 16:28:54

    Olá, visto o tamanho 50 de blusa e calça, mas não sei onde comprar roupa adequada à minha idade (32), em Portugal ( e acessivel). Podem ajudar-me?

    Obrigada.

    Susana

    ¬ Responder

Comentários - Roupa para gordinhas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: FeatheredTar

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios