Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Previna-se contra eventuais problemas dentários

Previna-se contra eventuais problemas dentários

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Previna-se contra eventuais problemas dentários

Exibir um belo sorriso, pleno de saúde e brilho, é uma meta alcançada apenas por algumas pessoas que, por algum motivo, conseguem manter os dentes fortes e limpos e as gengivas rosadas e firmes. Mas este objetivo pode também ser alcançado por qualquer um de nós e da maneira mais prática, económica e indolor possível: a prevenção.

Assim, saiba quais as medidas simples que terá de seguir para evitar dispendiosas idas repetidas ao dentista para extrair, limpar ou chumbar dentes e, claro, para evitar momentos que de agradáveis nada têm, recheados de desconforto, apesar dos últimos avanços da medicina dentária. Em primeiro lugar, preocupe-se em lavar os dentes com grande regularidade. Sabe-se hoje que as bactérias que se desenvolvem na boca fazem-no a uma velocidade incrível, instalando-se em menos de 4 horas após a última escovagem. Nunca se esqueça, pois, de o fazer várias vezes ao dia, principalmente ao deitar – impeça as indesejáveis bactérias de destruírem os seus dentes a seu bel-prazer durante a noite. Depois, deve evitar dietas ricas em açúcar (bolos, doces, etc.), refrigerantes (o seu ácido danifica as gengivas e o esmalte dentário) e snacks repetidos ao longo do dia – a não ser que escove os dentes sempre que comer. Outra medida eficaz para prevenir cáries é beber água com flúor, se bem que algumas zonas forneçam flúor através da água da rede de abastecimento pública. Nunca sopre a comida dos seus filhos, nem use a escova deles, pois estaria a transmitir-lhes as bactérias presentes na sua boca. Não fume ou, se o fizer, preocupe-se em manter uma higiene bucal mais regular, pois o fumo do tabaco contém toxinas altamente irritantes e abrasivas dos dentes e gengivas. As visitas ao médico dentista devem ter lugar duas vezes por ano, como forma de prevenir e detetar eventuais problemas que estejam ainda numa fase incipiente e, portanto, indetetáveis por si e num estádio em que ainda não tenham provocado problemas de maior. Use e abuse do fio dental, bem como da escova elétrica, que garantirão uma limpeza mais profunda, em comparação com a escova tradicional.

Todavia, nem só os alimentos são passíveis de provocar problemas dentários, algumas doenças também são responsáveis pelo problema, tais como a bulimia (os vómitos frequentes, devido à presença de ácidos estomacais, provocam a erosão precoce do esmalte dentário e originam situações de grande sensibilidade dentária) e o bruxismo (ranger ou apertar os dentes na sequência de desequilíbrios emocionais – isto provoca desgaste e perda dentária). Ambas as doenças têm origem psicológica e, como tal, deverão ser tratadas por um médico especialista.

Previna-se, mantendo uma higiene regular. Os seus dentes e gengivas agradecem!

Isabel Rodrigues

Título: Previna-se contra eventuais problemas dentários

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

630 

Comentários - Previna-se contra eventuais problemas dentários

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios