Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Vasectomia – A Desvendar os Mitos

Vasectomia – A Desvendar os Mitos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Vasectomia – A Desvendar os Mitos

Muitos são os que sabem do que se trata, mas será que sabem aprofundar o tema sem que seja num tom controverso? Alguns defensores, outros verdadeiros desconhecidos do tema, outros totalmente contra. Controverso, é verdade e todos (mesmo todos) temos uma opinião a dar ao assunto.

A vasectomia é uma cirurgia de esterilização masculina, praticada de forma médica e voluntária. Esta é a correta designação da vasectomia, mas em volta disto existem milhares de questões difíceis de fazer e muitas vezes, piora na hora de responder.

Mas afinal no que consiste a vasectomia? A vasectomia é um processo simples, em ambulatório, praticado em com recurso a anestesia local. Aqui está em causa a passagem de espermatozoides, pelo que na cirurgia, vai ser impossibilitada a passagem pelos pequenos “tubos” (de nome canais deferente ou ducto deferente) que passam dos testículos até ao pénis.

A cirurgia é feita através de uma pequena incisão cirúrgica em cada um dos lados do escroto e chega até ao ducto deferente, corta-os e sutura-os cada um nas suas pontas. Desta forma, existe uma interrupção nos canais, originando a impossibilidade dos espermatozoides chegarem á vesícula seminal. O esperma é ejaculado mas livre de qualquer espermatozoide.
A cirurgia é dolorosa? E o pós-operatório?
A cirurgia é fácil e rápida (20 a 30 minutos) e o paciente pode sair do hospital no mesmo dia sem necessidade de internamento.

Pode existir uma pequena dor que facilmente passa com analgésicos e que não dura mais que 2 dias. Durante 24h a 48h depois da cirurgia, aconselha-se descanso e repouso e o banho só passados 2 dias. Exercício físico, só passada 1 semana. De qualquer forma, a melhor indicação é dada pelo médico que assiste o paciente.

Passada 1 semana pode iniciar-se a vida sexual, mas a possibilidade de uma gravidez ainda existe. Há quem defenda que são necessárias 20 ejaculações, mas o mais correto é fazerem-se analises passados 3 meses da cirurgia para que se tenham certezas de que o paciente está de fato estéril.

Quais as complicações?



É possível haver um pequeno inchaço na bolsa escrotal e é muito comum haver sangue no esperma. Apesar de ser em casos excecionais, pode existir uma reação inflamatória no trajeto do ducto deferente que deverá ser tratada após consulta médica.
É possível sentir uma sensação de peso causado pelo acumular de espermatozoides no epidídimo. Passadas poucas semana o organismo habitua-se e absorve os espermatozoides que ainda existem, resultando num atenuar da sensação de peso.

Quer quebrar alguns mitos?


A vasectomia não causa impotência sexual, não causa perda de libido, nem é causadora de nenhum tipo de cancro.
A vasectomia é reversível.


Carla Horta

Título: Vasectomia – A Desvendar os Mitos

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 2

641 

Comentários - Vasectomia – A Desvendar os Mitos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios