Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > A vida sexual continua normal e igual depois da vasectomia

A vida sexual continua normal e igual depois da vasectomia

Categoria: Saúde
Visitas: 24
Comentários: 9
A vida sexual continua normal e igual depois da vasectomia

A vasectomia opção de muitos homens e casais no controle de natalidade, usado como meio contraceptivo, é uma intervenção cirúrgica ambulatorial realizada com anestesia local na região superior ao escroto, cujo objetivo é, através da ligadura dos canais deferentes, a esterilização masculina. A vasectomia é meio bastante seguro de planejamento familiar, com baixo índice de complicação. Além disso, pesquisas apontam que esse procedimento diminui o risco de câncer de próstata e testículo.

Muitos casais optam por essa técnica por ser rápida, prática, de baixo custo, com poucas ou raras complicações, baixa taxa de mortalidade e segura. O único empecilho para a realização desse método contraceptivo é o próprio preconceito masculino. Muitos homens, apesar da ampla informação que circula pela mídia e pelos multimeios, ainda acredita que a vasectomia pode causar impotência sexual ou que ainda pode modificar ou prejudicar o desempenho sexual. A única recomendação no pós cirúrgico é que o casal ainda se previna utilizando outro método contraceptivo por sessenta dias, pois os espermatozóides, nesse prazo, ainda podem estar vivos.

Esse pensamento não passa de uma crença popular. Não é verdadeiro que o homem pode ser tornar estéril ao realizar a vasectomia. Essa cirurgia apenas impede a circulação dos espermatozóides, evitando que o casal possa ter filhos. O homem ejacula e sente prazer da mesma forma que antes. Não fica impotente e pode despreocupar-se com uma gravidez inesperada. Logo, não há mudanças, devido a essa cirurgia, no desempenho sexual masculino. Após a cirurgia o homem pode manter relações sexuais normalmente. Ele ejacula da mesma forma, o diferencial é que o sêmen, após a vasectomia, é liberado sem a presença de espermatozóides fabricados pelos testículos. Além disso, algumas técnicas de vasectomia são reversíveis.

Os maiores índices da cirurgia ocorrem em homens entre trinta e quarenta anos. Os especialistas recomendam que ela seja realizada em homens que já possuam filhos, a fim de evitar arrependimentos futuros ou para aqueles casais em que a mulher não pode engravidar pela gravidez gerar risco de vida. Muitos homens indicam a conhecidos esse método por ser eficaz e seguro. Essa cirurgia é semelhante a laqueadura femina, porém é menos invasiva e muitas mulheres evitam realizá-la.

Além dos benefícios já citados, esse contraceptivo altamente seguro proporciona ao casal uma liberdade maior em relação à prática sexual, já que a preocupação com uma gravidez inapropriada não existe. Sob esse prisma a vasectomia pode ainda ajudar a melhorar o desempenho sexual, dando mais liberdade e tranquilidade ao casal. Porém é importante lembrar que a vasectomia não substitui a camisinha na proteção quanto as doenças sexualmente transmissíveis.


Rosana Fernandes

Título: A vida sexual continua normal e igual depois da vasectomia

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 24

795 

Imagem por: mrhayata

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • jair bispo

    15-04-2015 às 15:00:20

    eu fiz a vasectomia tem 16 anos eu levo a vida sexual normalmente,no inicio tive mêdo de perder a potência sexual.só tenho uma dúvida a ejaculação ficou mais lenta.

    ¬ Responder
  • Rafaela CoronelRafaela

    15-07-2014 às 23:55:13

    A vida continua! Não é uma vasectomia que vai tirar a felicidade de um casal. Muitos estudos dizem que a vida sexual segue normal, então, aproveite!

    ¬ Responder
  • cid

    20-05-2014 às 13:58:19

    Fiz a vasectomia a quinze anos, transo normalmente,não senti nada de anormal, ao contrario fiquei mais ativo, agora tenho facilmente três horas de relação com várias ejaculações, se alguém sente algo é psicológico, recomendo a todos os homens a fazerem sem medo , abraços.

    ¬ Responder
  • wagner

    07-04-2014 às 00:17:21

    eu estou pensando eu fazer a vasectomia
    pois não tenho condições de criar 3 filhos.

    ¬ Responder
  • thiago

    05-11-2012 às 12:02:03

    estou com minha cirurgia marcada e estou com medo de não sentir mais prazer na hora da transa com minha mulher e gostaria de saber se não sai mais nada na hora da ejaculaçao?

    ¬ Responder
  • AdrianaAdriana

    26-11-2011 às 11:21:53

    Bom Dia
    Gostaria de saber se quando um homem faz vasectomia seu desempenho sexual muda com o passar do tempo,ou sera que a mulher não esta conseguindo satisfazer ele,eles não combinam sexualmente, ou ele não tem interesse por ela?

    ¬ Responder
  • JORGE VIEIRA

    23-07-2012 às 12:22:16

    fiz vasectomia e estou persebendo que minha segundo ereção para acontecer após gozar, demora mais que antes da vasectomia,essa preocupação me deixou inseguro causando uma ejaculação rápida na primeira tranza e sem vontade de continuar. Por favor quem tem uma resposta confiavel me responda. abraços.

    ¬ Responder
  • helton

    24-07-2012 às 01:44:49

    cara to na fila da vasectomia e acho q vou desistir

    ¬ Responder
  • fred

    23-11-2012 às 23:52:24

    fica tranquilo... fiz vasectomia há de 30 anos.... estou com 68 e ainda muitoooo ativo... é tranquilo...

Comentários - A vida sexual continua normal e igual depois da vasectomia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: mrhayata

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios