Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Aprenda a relaxar

Aprenda a relaxar

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Aprenda a relaxar

Cada pessoa reage de maneira diferente ao stress, havendo situações que para uns são angustiantes e para outros, pelo contrário, perfeitamente suportáveis. O grau de suportabilidade do stress é pessoal e pode variar ao longo da vida. Existem agentes físicos stressantes, como os horários nocturnos, más posturas, esforços físicos violentos, ruído, temperaturas extremas e vibrações, e também factores psíquicos e emocionais: exames, competição com colegas, desafios, injustiças, divórcio, mudanças e obras em casa, discussões, entre muitos outros.

O stress é um dos piores inimigos da mulher. O cansaço acumulado irrita, altera a fisionomia, interfere na beleza do corpo, das unhas, do cabelo… Portanto, afigura-se muito útil lutar contra ele, começando por mudar alguns hábitos.

Por exemplo, começar a dormir bem (pelo menos oito horas por noite) e, se possível, fazer uma sesta de 20 minutos. Alimentar-se com inteligência, comendo devagar e de forma variada. Não se deve saltar refeições por falta de tempo nem abusar dos doces, que provocam uma sensação agradável mas pouco duradoura. Uma vez que o stress produz energia de sobra, estimulantes como café, chá, chocolate, álcool e tabaco ficam de parte.

É fundamental aprender a relaxar, controlando a respiração (inspirar pelo nariz e expirar pela boca) e concentrando-se em imagens aprazíveis: paisagens bonitas, recordações alegres da infância, …

Outro dos segredos é procurar o lado positivo da vida, numa busca incessante do optimismo. O riso é o melhor aliado para vencer a tensão. Aceitar os próprios erros e rir-se de si mesma é um remédio infalível.

Uma hora de exercício por dia ajuda a libertar a adrenalina e limpa a mente: andar de bicicleta, fazer natação, corrida, artes marciais em boa companhia, ou optar por danças de salão, caminhadas, golfe, yoga ou tai-chi.

Guardar os sentimentos serve apenas para explodir mais tarde. Ter a capacidade de transmitir as emoções reduz substancialmente o sofrimento.

Dedicar tempo aos hobbies, concentrando a energia numa actividade que produza prazer pode reduzir o stress.

Saber quais as fontes indutoras do stress é essencial para compreender a sua origem e organizar o dia. Há que escrever num papel os objectivos para a jornada e o modo de os alcançar.

Aceitar as próprias limitações, aprendendo a dizer «não» quando a superação é evidente significa optar pela qualidade de vida em detrimento da quantidade de trabalho. Não é sensato criar mais obrigações do que as necessárias!

Por fim, é preciso equilibrar o imenso desgaste físico que o stress gera com uma dieta rica em vitaminas e minerais: potássio (presente nas frutas e verduras), vitamina B5 (levedura da cerveja, legumes e produtos de origem animal – carne, peixe, fiado, lácteos e ovos), vitamina B6 (cereais integrais, fígado, nozes e vegetais frescos), vitamina C (citrinos e vegetais de cor), zinco (carne, marisco, legumes, cereais integrais e frutos secos) e magnésio (vegetais verdes, chocolate, frutos secos e cereais integrais).

Há ainda infusões relaxantes, como flor de tília, de laranjeira, limoeiro ou cidreira. A aromaterapia, com essências sedativas no banho, como a lavanda, laranja, melissa e salva produz o mesmo efeito.



Maria Bijóias

Título: Aprenda a relaxar

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

800 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 21:16:48

    Concordo com a ideia. Aprender a relaxar é essencial. É que relaxar não é sentarmo-nos à frente da televisão a roer as unhas face ao anúncio de novas medidas de austeridade. Relaxar é um momento preferencialmente pessoal, no qual o objetivo é livrarmo-nos de todas as tensões acumuladas ao longo do dia. Mas relaxar também não é fazer exercício. Pode, isso sim, vir a seguir ao exercício. Bastam quinze minutos a ouvir umas músicas relaxantes.

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda a relaxar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios