Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Ciência Da Destilação

A Ciência Da Destilação

Categoria: Outros
Visitas: 2
A Ciência Da Destilação

Separar misturas químicas é usual, desde a idade Média, sobretudo com os gregos que já transformavam água do mar em água potável.

Esta foi, com efeito uma descoberta revolucionária que nos permitiu produzir gasolina a partir de crude ou vodka, ou até mesmo de batatas.

A destilação permitiu que se extraíssem óleos e ungentes de fores e ervas para fazer medicamentos ou perfumes. Tal como permitiu transformar cerveja e vinho caseiros em bebidas espirituosas e refinadas, a que chamam agora, aqua vitae, ou melhor dizendo água da vida.

Ainda hoje, a destilação, continua a ser um processo químico crucial , para isolar compostos de uma solução misturada. O seu pressuposto é de que cada composto molecular, tem os seus pontos de ebuliçao e compensação, sendo que este é atingido quando a pressão e o vapor de um líquido, iguala a pressão atmosférica sobre ele, permitindo que as moléculas escapem do líquido.

Deste modo, é possível produzir bebidas álcoolicas, gasolina, perfumes,petróleo refinado, água destilada e inclusivamente separar o ar.

Este pode ser separado do azoto, oxigénio, árgon, através da destilação criogénica, em que as temperaturas são arrefecidas a menos de duzentos graus Celsuis, originando líquidos purificados.

O primeiro perfume foi criado por um alquimista de nome Ibn Sina, que destilou óleos essenciais para criar a famosa "água de rosas".

Atualmente os compostos para fabricar perfumes vêm de flores, ervas, resinas, e do âmbar, substância extraída dos cachalotes. Destas, nascem os perfumes incríveis que todos apreciam tanto.

No que diz respeito às bebidas alcoólicas, o seu teor de álcool não ultrapassa os 20% por volume, e os alquimistam destilam a cerveja e o vinho, para fazer o gin e o brandy, que são bebidas muito mais fortes.

O crude que é extraido do solo, tem que ser refinado por destilação, separando os componentes, como o gasóleo, gasolina e gás natural. Depois é aquecido a 600 graus e o seu vapor ascende por uma coluna de ar refrigerante. Ao atingir o ponto de ebulição, condensa-se e flui para fora da coluna.

Se fervermos água, obtem-se uma água, com baixos níveis de vestígios munerais e outras impurezas. Deste modo era feita a água potável, a partir da água do mar, sendo hoje este líquido purificado usado em baterias dos automóveis e outros sistemas eletroquímicos.
Estes são, com efeito, os principais usos da destilação, aplicados na atualidade pela alquimia, indústria e comércio.

Através da destilação é possível extraír de uma solução misturada, um único composto, seja perfume ou álcool.

Esta ciência é usada desde a antiguidade, onde se faziaam já licores populares, em especial o gin, pelos holandeses, irlandeses e franceses, perfumes destilados das flores, na Mesopotâmia, e álcool, destilado de cerveja de arroz, na China.

As transformações, provindas da destilação são inúmeras e aplicadas com grande interesse por alquimistas e, sobretudo pela farmacologia e químicos, nos laboratórios.


Pedro gil Ferreira

Título: A Ciência Da Destilação

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 2

785 

Comentários - A Ciência Da Destilação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios