Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > Torne o seu casamento inesquecivel

Torne o seu casamento inesquecivel

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Eventos
Torne o seu casamento inesquecivel

Animar uma festa que, por definição, é inesquecível, pode tornar-se num problema difícil de gerir, principalmente se o panorama dos convidados se apresentar muito heterogéneo, o que implicaria diversões que agradassem a todos em simultâneo. A ansiedade vai crescendo e este pormenor, apesar de não ser o mais importante do dia, assume alguma relevância na medida em que você sabe que a festa correrá bem se todos estiverem bem.

Ideias mil não faltam e não constitui pecado nenhum «copiar» pormenores interessantes que tenha visto noutros casamentos a que foi como convidado/a. Pode, por exemplo, optar por ideias mais básicas, como contratar uma banda (folclórica, clássica, de jazz, blues, etc.), um palhaço, um mimo, uma orquestra ou, pelo contrário, inovar um pouco e avançar para a contratação de um declamador de poesia! Atenção que esta opção implica a presença de um público um pouco mais culto, que aprecie este género de espetáculos.Outra ideia engraçada consiste em alugar um espaço com discoteca, para que todos os convidados possam dar um pezinho de dança ou, ainda, alugar fatos de Carnaval e desafiar todos, noivos incluídos, a envergarem uma fatiota diferente. Já imaginou um animadíssimo baile onde vão desfilando robin hoods, arlequins, palhaços, bailarinas, minhotas, etc, etc? A diversão é garantida.Pode também socorrer-se de complementos como largadas de balões, fogo de artifício, guerra de bolos (ou de almofadas).

Pode contratar bailarinos profissionais para animarem o baile e, quem sabe, ensinarem uns passinhos de dança. Se for verão, pode projetar ao ar livre um filme ou um slideshow com fotografias das vossas férias e, também, das dos convidados – este artifício irá desencadear ondas de nostalgia muitíssimo positivas, com relatos de peripécias à mistura! Se tiver boa voz e a sensação de que nem desafina muito, por que não atrever-se a cantar uma balada, em karaoke, para o/a seu/sua noivo/a? Para isto, é preciso deixar a vergonha em casa, claro! Podem também montar um pequeno palco de stand-up comedy e convidar os mais atrevidos a darem um ar da sua graça. Pode borrifar amostras de perfume pelos convidados, oferecer champagne, preparar uma chuva de pétalas de rosa (durante o baile, por exemplo), passar um livro para que cada um deixe uma dedicatória escrita ou, ainda, pedir a um amigo (ou ao noivo) que faça um discurso emotivo.

Seja qual for a sua opção, lembre-se de que uma festa animada é sinónimo de um dia bem passado, de tal forma que não irá ter vontade de a abandonar (como costuma acontecer com todos os noivos)!

Isabel Rodrigues

Título: Torne o seu casamento inesquecivel

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

636 

Imagem por: oboreruhito

Comentários - Torne o seu casamento inesquecivel

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: oboreruhito

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios