Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > O que Vestir para Um casamento

O que Vestir para Um casamento

Categoria: Eventos
Comentários: 2
O que Vestir para Um casamento

Existem festas de casamento em que são verdadeiros pandemónios de vestimentas. Se para alguns o casamento deve ser sinonimo de vestido de gala e digno de passadeira vermelha, outros convidados do mesmo evento desinibem-se e julgam-se de havaiana no pé.

Para que na mesma festa não se descurem indumentarias e para que tudo seja harmonioso quanto aos trajes, saiba o que toda a gente deve saber na hora de comprar a fatiota para o casório.
No que diga respeito às senhoras, existem coisas qua nunca (mesmo nunca) devem acontecer. Nenhuma convidada deve ir vestida de branco ou bege integral e muito menos se o vestido for comprido. Cabe somente á noiva as cores claras integrais e os compridos destes tons.

Se o casamento for ao final da manhã pode fazer-se acompanhar por um chapéu, mas deverá retirá-lo na altura do copo de água e se o mesmo não for ao ar livre.

Vestidos pedem-se sempre elegantes, mas dispensam-se lantejoulas e brilhos se o casamento ocorrer durante o dia. Justos, com decotes e curtos são bonitos mas escolha uma das opções. Nunca vista um vestido em que estas 3 opções sejam conjuntas e muito menos se o casamento for religioso.

Sapatos devem ser com um pequeno salto no mínimo e quanto a malas opte por uma pochete na tonalidade do sapato.

Use meias/collants. A perna ficará muito elegante e não julgue que não se fazem para quem quer usar um sapato aberto. Existem para verão e inverno, pelo que o calor também não é desculpa.

Quanto aos adereços, se usar uns brincos compridos, está “proibida” de usar fios e colares. Se não souber o que escolher, uma pulseira com um relógio elegante e um bonito anel fazem sempre despertar atenções.

Para os homens, o fato é o ideal. Se a cerimónia for mais informal pode ser optar por não levar gravata ou laço, mas a calça e casaco de fato com uma bonita camisa são obrigatórias.

Quantos ás meias, deixo-lhe uma curiosidade. Sabe que muitas mulheres reparam nas meias que os homens usam pois isso diz muito sobre eles? Deixo-lhe uma informação preciosa. As meias devem ser sempre da cor do sapato, como se fosse a continuação do mesmo.

Quanto a cintos, estes devem ser da cor do sapato. Não se esqueça de um bonito e elegante relógio.

Vista-se a rigor e com bom gosto. Se quiser chamar á atenção, faça-o com gosto ou o melhor é esperar pelo carnaval.


Carla Horta

Título: O que Vestir para Um casamento

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

648 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    02-05-2014 às 17:07:06

    É sempre uma escolha difícil para a mulher, mas é muito bom saber dessas dicas do que vestir num casamento, pois auxiliam na hora. Adorei!

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    14-09-2012 às 18:20:17

    É sempre difícil saber o que vestir num casamento. As regras que ditam aquilo que devemos vestir e evitar consoante a estação do ano ou altura do dia só condicionam as nossas opções. Também o tipo de festa deve ser tido em conta, bem como o local no qual esta vai ter lugar. Para além disto, há sempre um problema adicional: estamos sempre sujeitas a ver um vestido igual ao nosso usado por outra convidada.

    ¬ Responder

Comentários - O que Vestir para Um casamento

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios