Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Gatos Idosos – Cuidados e Como alimentar

Gatos Idosos – Cuidados e Como alimentar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 4
Comentários: 2
Gatos Idosos – Cuidados e Como alimentar

Os animais, da mesma forma que os humanos, necessitam de cuidados com a saúde desde cedo. É por meio de uma alimentação saudável e vida ativa que possíveis doenças graves poderão ser evitadas na velhice. Mas, por mais que a vida desses animais de estimação tenha sido saudável, não é possível afastar todos os problemas decorrentes da idade avançada. Os gatos idosos são mais sensíveis e precisam de uma atenção especial do dono. Pensando nisso, veja quais são os cuidados e como alimentar esses animais. Você sabe identificar a idade de um gato? Para saber, basta fazer uma contagem simples: 1 ano equivale a 7 anos, em média. Por exemplo, se o seu felino está com 7 anos, significa o organismo dele tem entre 49 a 50 anos de idade. Então, isso quer dizer que a partir dos 8 anos é recomendável começar a ter mais atenção com o seu animal de estimação. Vacinação, remédios e higiene para gatos idosos: A vacinação dos gatos deve continuar sendo feita, anualmente. Com a velhice, os riscos de o seu gato contrair uma doença são maiores. Da mesma forma, o ataque de parasitas continua sendo possível e mais propenso. E os remédios contra vermes devem ser dados a cada quatro meses. Já os medicamentos contra pulgas e carrapatos precisam ser injetados a cada seis meses. A higiene oral do gato idoso é muito importante. Com o passar dos anos, os gatos podem sofrer com o aparecimento de tártaro e placa bacteriana. E caso estes problemas não sejam devidamente tratados, seu animal poderá ficar com mau hálito ou desenvolver uma doença periodontal. Os sintomas são: dentes amarelados, gengivas inflamadas e cheiro desagradável. Por isso, é indispensável que se faça limpezas regulares, com o uso de pastas dentais para gatos, e também de rações especiais. Para garantir a saúde de seu gato idoso, leve-o ao veterinário periodicamente. Os exames de sangue e fezes precisam ser feitos todos os anos. E assim, qualquer mudança que indique o aparecimento de uma possível doença, possibilitará que o dono faça um tratamento adequado. Alimentação de gatos idosos - Os gatos velhos devem ser alimentados com rações especiais. E o veterinário poderá indicar o melhor tipo de ração para o seu felino. Em geral, as rações devem conter alta concentração de substâncias energéticas e precisa ser de fácil digestão. As vitaminas C e E ajudam a combater os radicais livres e ajudam a aumentar a imunidade do organismo do animal. Já o ômega 3 e o 6 ajudam a manter a pelagem bonita e flexível. Além disso, é importante verificar se a ração para gatos idosos tem o pH adequado, ele precisa ser neutro. Para melhorar o funcionamento do intestino do gato, a ração precisa conter fibras. E assim, com alguns cuidados simples com os remédios, vacinas e alimentação o seu felino terá mais saúde e viverá por mais tempo. E também, é válido ressaltar que é muito importante levar o seu animal no veterinário periodicamente.

Rua Direita

Título: Gatos Idosos – Cuidados e Como alimentar

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 4

778 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 01:52:56

    É muito mais nessa fase que devemos cuidar dos gatos. É quando idosos que necessitam de muito mais cuidado e alimento saudável e nutritivo.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla Horta

    22-09-2012 às 10:01:47

    Bastante informativo o texto. De facto quanto mais idosos, mais cuidados necessários. Bastante explicativo, informativo e esclarecedor - enfim... o que se quer... Parabéns

    ¬ Responder

Comentários - Gatos Idosos – Cuidados e Como alimentar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios