Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Intolerância e alergia alimentares

Intolerância e alergia alimentares

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 32
Comentários: 15
Intolerância e alergia alimentares

Por vezes, ao ingerirmos determinado tipo de alimentos, acabamos por desenvolver reações menos agradáveis que não sabemos como apelidar. De facto, embora possam apresentar sintomas idênticos e sejam frequentemente confundidas, a intolerância alimentar e a alergia são coisas distintas.

Dizem os estudiosos que 50 por cento das alergias (em geral) se declaram através de urticária, asma ou diarreia, conforme o fenómeno alérgico ocorra na pele, na árvore respiratória ou no intestino.

Nas alergias alimentares verifica-se uma reação de hipersensibilidade, em que o sistema imunitário fabrica anticorpos contra certos alimentos, como se estes representassem um perigo iminente. Esta reação punge os mastócitos (células do sistema nervoso) a soltar histamina, o que desencadeia a alergia. Porém, as alergias também podem ser despoletadas por razões de âmbito genético, alimentar ou por doenças infeciosas. Alguns dos alimentos que mais comummente provocam alergias são: trigo, nozes, tomate, ovo, leite de vaca, banana, amendoim, marisco, cacau, moluscos e carne de porco. Quando a pessoa é alérgica a um destes alimentos, ou outro, começa a sentir as reações nas horas seguintes à respetiva ingestão.

No que se refere às intolerâncias alimentares, não existe envolvimento de anticorpos. Os componentes e os aditivos dos alimentos agem diretamente sobre os mastócitos. Exemplos de alimentos que mais frequentemente ocasionam intolerâncias alimentares são: trigo, chocolate, canela, atum, vinho, couve fermentada, peixe, marisco, bacalhau, ovos, banana, tomate, queijo, arenque, morango, pimenta, cavala, ananás. Alguns aditivos, que podem ser consultados nos rótulos das embalagens, também podem estar associados a este facto. A saber: corantes (E102, E107, E110, E112, E122, E123, E124; E151), aromatizantes (como a baunilha, o cravinho, o mentol, o alcaçuz e a canela), conservantes (E200, E203, E210, E219) e antioxidantes (E311, E320, E321). De salientar que as intolerâncias alimentares podem estar ligadas à ausência de enzimas, como a lactase, que digere a lactose do leite. No caso de haver intolerância à lactose, devem evitar-se o leite e derivados, mas igualmente produtos como os cubos de caldos de carne, de cuja composição faz parte a lactose.

Existem ainda intolerâncias alimentares por reações farmacológicas. É o que sucede com as aminas dos alimentos que possuem nitrogénio: chocolate, chá, café, colas.

Atualmente, já é exequível aferir acerca da própria intolerância aos alimentos. Ante situações de desarranjos gastrointestinais e/ou reações dermatológicas (acne, eczema) pode fazer-se o teste de intolerância alimentar. Ao identificar a presença de anticorpos IgH contra proteínas de alimentos distintos, este teste vai sentenciar que alimentos passam a estar interditos na dieta de quem se lhes revela, deste modo, intolerante.


Maria Bijóias

Título: Intolerância e alergia alimentares

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 32

761 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 15 )    recentes

  • Karina

    12-04-2013 às 11:12:28

    Boa tarde, gostaria de saber se existe algum tipo de intolerancia a acerola...o fato é que toda vez que experimento um suco ou a propria fruta, passo mal muito..dores abdominais e muitas das vezes vomito...ja fiz testes varias vezes, pois a primeira vez achei que podia ser tudo menos a acerola, mas na segunda, terceira e outras que me senti mal foi quando a consumi...queria muito saber...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAdriana dos Santos da Silva

    13-09-2012 às 22:55:19

    As pessoas sentem alergias de diversas fontes. Umas sentem mais, outras menos. Mas afinal, porque certos alimentos nos dão alergias? O camarão, por exemplo, em algumas pessoas que conheço dá uma coceira na garganta sem tamanho. Ficam empoladas e não podem de nenhuma forma ingeri-la em sua alimentação. É uma pena porque é tão bom provar o camarão. Existem aqueles também que produzem enxaquecas como a colega colocou acima no seu texto tão bem expresso.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    09-09-2012 às 13:47:37

    Como eu, muitas outras pessoas desconfiam que sofrem de diversas intolerâncias alimentares. Devíamos todos fazer um teste de intolerância alimentar, contudo, e falo por mim, parece que o tempo passa e nunca estamos com tempo para irmos ser picadas por diversas agulhas. O seu texto está mesmo muito interessante e apelativo, pois é um tema que toca a todos. Quem não tem reacções alérgicas? Eu sou alérgica a um medicamento muito conhecido para dores musculares.

    ¬ Responder
  • edineia ferreira dos santos

    25-07-2012 às 19:09:31

    ola, meu filho tem 5 anos tem lergia a ovos leite amendoim peixe conservantes salsicha etc.... sera que isso vai ate na fase adulta ate hoje o leite neocate que fazer

    ¬ Responder
  • andreandre

    31-08-2011 às 01:00:14

    ola!toda vez que como carne de porco apareçe manchas vermelhas no meu corpo e cóssa muito. como pósso resistir uma bisteca ou uma custelinha assada se me faz mal? o que tomar para sarar?

    ¬ Responder
  • gilberto aparecido dos ssantosgilberto aparecido dos ssantos

    17-05-2011 às 18:28:15

    Meus Deus! O que se pode comer então? Ou ao menos quais alimentos podem substituir estes viloes de nos coitado alergicos? Grato Gilberto

    ¬ Responder
  • Desentupidora de Esgotos (11) 4253-2687andreia cleide marinho

    14-06-2010 às 21:28:16

    ha aproximadamente 3 semanas comecei c uma irritaçao na garganta dores pelo corpo e corize ja tomei antialergicos,antibioticos,higienizo as narinas c soro e nada tem dado resultados.Será que tenho algum tipo de intolerancia?

    ¬ Responder
  • Alberto Costaadriane cristina lotti

    04-06-2010 às 01:08:46

    ja tive alergia muito forte quando adolecente agora começou denovo na epoca os medicos chegaram a conclusao que era do frio . que tipo de profisional eu procuro primeiro um clinico geral . gostaria de uma respota obrigado

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãovera Lucia 2006-11- 06 15:00

    11-03-2010 às 19:39:34

    Olá, sou alergica ao gluten componente que tem no trigo, descobri já faz tres anos, quase morri pois não achava o que eu tinha, fui em muitos médicos, fazia tudo o que mandavam , cheguei a pesar 34 quilos , hoje já estou normal peso 58, mas passei um mal bocado, foi atraves de uma endoscopia que descobri, agradeço muito ao pessoal da Gastroclinica.

    ¬ Responder
  • Nilda pereira da silvaNilda pereira da silva

    24-12-2009 às 00:01:57

    minha filha tem intolerancia a lactose e alergia a proteina do leite,o organismo dela não aceitou o leite de vaca,cabra e soja .quando ingere algum alimento que contenha leite; seja um simples biscoito fica tosssindo,toda inchada e cianotica.ela tem cinco anos e fica dificil comprar alimentos ja que em quase todos tem leite.o que fazer pra diminuir essas reações alergicas?

    ¬ Responder
  • franfran

    08-11-2009 às 20:41:11

    Olá, quando me alimento com acerola (suco, vitamina), meu corpo principalmente minhas mãos começam a ter inchação e muito formigamento. Ja cheguei a ter ate dormencia no braço. Estou desesperado. Como faço pra ficar bom? Existe algum remedio que posso tomar e ter resultado imediato ou o tratamento e demorado. Agradeço Franço

    ¬ Responder
  • nidraelenidraele

    04-10-2009 às 17:31:46

    gostaria de saber o que tem no tomate que causa alergia.

    ¬ Responder
  • carinacarina

    02-10-2009 às 17:42:21

    queria saber a razao da intolerancia a banana de que é composta para provocar manchas na pele e inchaço... obrigada

    ¬ Responder
  • Mara RéginaMara Régina

    28-08-2009 às 16:05:24

    olá...quero descobrir qual é o composto em comum do trigo e chocolate que causa intolerância a esses alimentos!
    a reação fisiológica é irritação na garganta...
    Obrigado, tenha um bom dia!

    ¬ Responder
  • FranciscaFrancisca

    31-07-2009 às 22:29:56

    Olá, estou neste momente em crise de alergia , pois tenho quando alimento-me de peixe , não são todos os tipos de peixes, estou mal , moro em um lugar muito longe de uma assistência médica boa , posso contar com sua ajuda . agradeço Fran

    ¬ Responder

Comentários - Intolerância e alergia alimentares

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios