Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Segurança > Segurança rodoviária é essencial

Segurança rodoviária é essencial

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Segurança
Visitas: 2
Comentários: 1
Segurança rodoviária é essencial

De todos os meios de transporte ao nosso dispor, o rodoviário é, sem dúvida, o mais perigoso e o que acarreta custos mais elevados em termos de vidas humanas. Diversas são as causas que estão na base destas estatísticas, mas cabe a cada um fazer a sua parte para as mitigar. Não vale a pena, e nem sequer é justo, colocar as culpas na falta de controlos rodoviários, no atraso tecnológico, nem no adiamento da melhoria das infraestruturas. Cada condutor (ou peão) é responsável pela sua vida e pela daqueles com quem se cruza na estrada. Afinal, o excesso de velocidade, o consumo de álcool, a não utilização dos cintos de segurança ou de capacete, a proteção insuficiente, o desrespeito dos tempos de condução e muitos outros, não podem ser imputados a nenhum Governo…!

As entidades competentes deviam, isso sim, apostar na formação contínua dos condutores particulares e promover mais campanhas de educação e sensibilização da população em geral. Na prática, o desrespeito dos condutores pela legislação de base em matéria de segurança rodoviária é a primeira causa de acidentes graves!

Sendo assim, e para ajudar a cumprir as diretivas e a reduzir os índices da sinistralidade, antes de iniciar viagem, sobretudo se for longa, o condutor deve: verificar as condições de segurança do seu veículo, nomeadamente o estado dos pneus, dos travões, da direção, da suspensão, dos dispositivos de sinalização, o estado de funcionamento dos limpa para-brisas e das escovas, dos piscas, os níveis de óleo, água, …, a focagem dos faróis e a existência de macaco e colete refletor.

Paralelamente, terá o cuidado de acondicionar corretamente a bagagem e estará consciente de que o cansaço, o sono, as refeições pesadas, os medicamentos, o álcool e certas doenças, entre outros fatores, prejudicam a aptidão para conduzir. Escolher o itinerário menos concorrido e perigoso também é boa ideia. Quando se fizerem viagens longas, o ideal é parar de vez em quando (de duas em duas horas) para descontrair um pouco, estimular a circulação e interromper o processo de condução.

Este simples gesto é suscetível de salvar vidas! Os desastres com veículos pesados dão-se, na sua maioria, por falta de respeito dos tempos de condução e de descanso.
Por outro lado, há quem conduza da mesma maneira no inverno e no verão, esquecendo-se de que o cenário muda completamente, desde as condições de aderência à visibilidade e a outras variáveis. As pessoas têm de se mentalizar que é fundamental, e até vital, adaptar a condução às contingências climatéricas, de tráfego, etcétera. As manobras perigosas, não manter a distância de segurança e arriscar ultrapassagens mal feitas estão também na origem de um grande número de ocorrências.

Os motociclistas devem recordar-se que o para-choques do seu veículo é o próprio corpo, pelo que o equipamento de proteção é essencial, mormente o capacete e as luvas. Todavia, o blusão (com proteção para os ombros, cotovelos e zona lombar), calças e botas específicas (de cano alto e preferentemente sem atacadores), bem como um fato impermeável são bastante importantes.

Naturalmente que a nível de Estado muita coisa podia ser feita: apoio ao progresso técnico, harmonização das medidas de segurança passiva, eliminação dos ângulos mortos dos veículos pesados, facilitação de circulação dos cidadãos com mobilidade reduzida, estabelecimento da obrigatoriedade de usar cintos de segurança nos transportes públicos, aperfeiçoamento na investigação e diagnóstico em caso de acidente (estudando os melhores procedimentos), …

Não obstante, cabe-nos a nós fazer o possível para evitar que muitos milhares de pessoas (quase 20 mil, só entre jovens dos 15 aos 24 anos, peões e ciclistas) percam a vida inutilmente na estrada ou em consequência dela.


Maria Bijóias

Título: Segurança rodoviária é essencial

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

795 

Imagem por: Argenberg

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 06:18:51

    Isso é bem verdade! O zelo pela vida é o mais importante fator dentre uma sociedade. Por isso, as autoridades precisam fazer ao máximo para proporcionar segurança nas rodoviárias.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Segurança rodoviária é essencial

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: Argenberg

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios