Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Segurança > Pânico cabeludo: saiba o que é!

Pânico cabeludo: saiba o que é!

Categoria: Segurança
Visitas: 3
Pânico cabeludo: saiba o que é!

Quem não se lembra de ver filmes western antigos? A primeira imagem que vem à memória talvez seja a do típico cowboy, de ar austero e calejado pela vida dura, normalmente a segurar uma arma ou envolvido em alguma espécie de conflito com outros cowboys.

A paisagem circundante também não variava muito: uma cidade desolada, com casas de madeira, muita poeira a voar e, por vezes, bolas de mato seco a rolar, empurradas pelo vento da estepe árida e seca.

Ora, pois são estas mesmas bolas de mato seco (chamadas de «tumbleweeds», em inglês) que costumam assolar regiões áridas da América do Norte e Austrália. O leitor pode estranhar o facto de um arbusto seco poder causar algum tipo de problema, mas se imaginar centenas de «tumbleweeds» a rolarem na direção de casas, estradas e carros, então, já poderá compreender melhor a questão. A expressão «pânico cabeludo» deriva diretamente do inglês «hairy panic» e serve para caraterizar situações em que, por exemplo, casas e carros são literalmente engolidos por estes arbustos.

A solução, nestes casos, passa por limpar as áreas circundantes da habitação com moto-serras ou, em casos declarados de emergência, chamar as autoridades competentes, que terão de intervir com maquinaria pesada. Um dos maiores riscos associados a estes arbustos é que são altamente inflamáveis, uma vez que estão secos e o ambiente em redor é quente, seco e ventoso. Uma casa ou um carro poderiam desaparecer em pouco tempo se um incêndio ocorresse.
As origens deste arbusto não estão, como se poderia pensar, na América do Norte, mas sim na Ucrânia, quando agricultores imigrantes os trouxeram e plantaram (com objetivos agrícolas) em solo norte-americano.


A planta, por si só, não possui nenhum valor especial; contudo há pessoas que gostam de a ver rebolar pelos campos áridos. Em cidades do Arizona, Estados Unidos, há habitantes que constroem árvores de Natal a partir dos famosos «tumbleweeds». Ou seja, o seu valor parece ser unicamente decorativo.
E por que motivo a planta corre, levada pelo vento? Sendo um arbusto, quando seca, a raiz da planta desprende-se do solo e, auxiliada pelo vento, percorre longas distâncias pelo terreno seco até se depositar definitivamente em áreas húmidas, onde fica presa e, eventualmente, se desfaz.

Este processo é muito importante para a reprodução da planta, uma vez que as suas sementes vão caindo ao longo da trajetória e dando origem a novos arbustos.
Se ficou com saudades de ver um bom filme western, então preste atenção a estes arbustos cabeludos: é caso para dizer, já fazem parte da paisagem!


Isabel Rodrigues

Título: Pânico cabeludo: saiba o que é!

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 3

0 

Comentários - Pânico cabeludo: saiba o que é!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios