Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços > Lâmina de barbear

Lâmina de barbear

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Serviços
Visitas: 12
Comentários: 1
Lâmina de barbear

Os pelos do homem, crescem em média cerca de 25 ml, num período de 24 horas. Mas os fatores genéticos é que determinam o comprimento dos pelos, sendo também afetado pelas hormonas.

Fazer a barba em segurança é pois o que todo o homem quer para exibir uma barba bem feita e um rosto cuidado.

Para isso é necessário lâminas de barbear que cortem os pelos pela raiz e que não magoem o rosto e pescoço.

Jean Jacques Perret é considerado o inventor da primeira lâmina de barbear que não causava ferimentos no rosto, acidentalmente.

De fato, até aparecer a primeira lâmina descartável, a barba comum era feita com uma navalha. No entanto esta era capaz de cortar o pescoço e fácilmente usada para cometer um suicídio ou assassinato.

A antiga navalha de barbear, usada pelos barbeiros, consistia numa lâmina fixa a um cabo através de um pino. Este sistema permitia que a lâmina fosse fechada para dentro quando não era usada. Deste modo, era necessário uma mão bastante segura para a usar corretamente, senão corria-se o risco de ela cortar a pele do rosto, ou deixar ferida. Só os barbeiros eram devidamente treinados para a fazerem com segurança.

Ainda antes de aparecer a lâmina descartável surgiu a navalha coberta com uma manga de madeira em forma de L, para que só a ponta cortante fosse visível, ficando deste modo menos perigosa.

A lâmina descartável surgiu mais tarde porque o seu inventor King Camp Gillete, achava que afiar a navalha no couro era moroso e um desperdício de tempo. Assim, resolveu fazer uma mais adaptada ao rosto do homem, e que assentava num cabo de aço.

Esta foi uma ideia brilhante, e começaram a ser feitas de aço de carbono ultrafino , a chamada gilette, que podiam ser usadas cerca de 20 vezes.

Foi assim que as navalhas entraram em desuso, em virtude do sucesso da Gilette, que começou a ser vendida em 1904.

Esta era uma lâmina segura, protegida e, em conjunto com um suporte, fixava a lâmina.

Estas, tornaram-se logo populares e dominaram o mercado desde eesa data. Mais tarde surgui ainda a de plástico totalmente descartável ou as de cabeça descartável com duas ou mais lâminas.

Finalmente surgiu a máquina de barbear elétrica, com Jacob Schik, que desenvolveu motores elétricos mais pequenos e potentes nos finais dos anos 30, sendo agora um mercado em grande expansão.

Os componentes da lâmina mais seguros e descartáveis permitem, sem dúvida fazer uma barba segura e perfeita.


Pedro gil Ferreira

Título: Lâmina de barbear

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 12

792 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    30-05-2014 às 00:54:14

    A lâmina de barbear é muito bom e super útil em muitas ocasiões. Atualmente, existem muitos modelos bonitos e resistentes,uns até automáticos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Lâmina de barbear

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios