Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Segurança > Previna-se contra incêndios domésticos

Previna-se contra incêndios domésticos

Categoria: Segurança
Visitas: 14
Comentários: 1
Previna-se contra incêndios domésticos

Os incêndios domésticos podem acontecer em especial se não houver certos cuidados de prevenção. Se houver crianças ou idosos em casa os cuidados devem ser redobrados para evitar qualquer tipo de acidente. Deste modo as brincadeiras das crianças devem se vigiadas bem como os seus brinquedos.

As medidas de prevenção devem começar logo quando se cozinham os alimentos. Assim, não se deve aproximar objectos inflamáveis de plástico ou papel das panelas que estão em cima do fogão. Por outro lado a botija deve estar sempre fora de casa e o melhor é observá-la diariamente para ver se está fechada.

Se houver alguém que fume em casa é necessário ter muito cuidado com os cigarros pois não se deve brincar com o fogo. O melhor é apagá-los sempre no cinzeiro ou numa caixa com areia. Os mesmos cuidados se devem ter com os fósforos que devem ser apagados na água antes de os deitar fora. E nunca se deve fumar na cama ou com sono. Pode involuntariamente provocar-se um incêndio. Os isqueiros e fósforos têm que ficar sempre longe das crianças.

E necessário muita atenção com as velas que nunca devem ser deixadas acesas em casa. Convêm colocar-se sempre num castiçal próprio para evitar caírem e pegarem fogo aos móveis.

Nunca se deve deixar as cortinas sobre fios eléctricos pois corre o risco de pegarem fogo em caso de uma sobrecarga.

Não é aconselhável colocar papel de alumínio no forno do fogão ou no micro ondas pois pode haver um esquecimento de os desligar e quando se liga o aquecedor deve manter-se uma distância de um metro ou mais dos sofás ou outros objectos próximos. A sobrecarga na instalação eléctrica pode provocar incêndio se a corrente estiver acima do que pode.

Torna-se necessário chamar sempre um electricista para reparar instalações eléctricas ou problemas com fusíveis., aquecimento central, lâmpadas incandescentes ou aterro inadequado para instalações e equipamento de chuveiros eléctricos, ar condicionado e caldeiras eléctricas ou a gás. Estes são equipamentos especiais que requerem sempre a visita de peritos para avaliar o risco de incêndios em casa ou nos prédios.

Os mesmos cuidados se deve ter em relação às lareiras acesas no inverno que são também susceptíveis de provocar incêndio no caso de haver Objectos por perto. Assim, nunca se deve deixar carpetes, tapetes ou roupa a secar nas proximidades da lareira acesa. E muito menos deixá-la acesa com crianças sós em casa.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Previna-se contra incêndios domésticos

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 14

784 

Imagem por: 111 Emergency

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    28-05-2014 às 18:43:14

    Texto bem escrito e relevante para prevenir os acidentes de incêndio. É melhor sempre prevenir, mesmo pensando que nunca acontecerá conosco.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Previna-se contra incêndios domésticos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: 111 Emergency

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios